.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

JESUS, GRANDE LUZ PARA OS POVOS – Maria de Lourdes Cury Macedo.



Segunda–feira, 05 de janeiro de 2014
EVANGELHO DE MT 4,12-17.23-25
João Batista, o grande profeta do Altíssimo, com suas palavras  duras, chamando o povo à conversão, denunciando os erros inclusive de Herodes e Herodíades, que viviam ilegalmente casados, por isso, foi levado ao cárcere e mais tarde à morte.
Assim encerra-se a missão do Batista Precursor e começa a atividade do Filho de Deus. Fecha-se o Antigo Testamento e abre-se o Novo. Cessam os passos dele, sua voz já não ecoa.
 Jesus vai para Galiléia e se estabelece em Cafarnaum, cidade que ficava às margens do Mar de Genesaré ou lago de Tiberíades, onde Pedro morava. Cafarnaum será a cidade dele. Cidade onde passava uma estrada que servia de rota para as caravanas da Síria ao Egito. Lá existia uma espécie de alfândega. Havia grande movimento de povos e de costumes, por isso a cidade de Cafarnaum era um pouco paganizada. Segundo o profeta Isaías, era um povo oprimido que vivia na escuridão e no sofrimento.
Jesus escolhe começar seu ministério na Galiléia, considerada o centro da infidelidade, olhada com desprezo e apelidada como terra de pagãos, tudo quanto havia de pior lhe era atribuído.
Em Cafarnaum o fluxo de pessoas era grande e seu povo era visto pelos gananciosos como simples “caminho do mar”, “gente da beira da estrada”, rota de caravanas, de exércitos. 
Como por Cafarnaum passava muita gente e de todo tipo, Jesus achou que era um lugar excelente para iniciar sua missão. Jesus começa a pregar, trazendo as mesmas mensagens que trouxera João. É necessário que se convertam, pois está próximo o Reino de Deus.
Jesus é a grande luz que vem iluminar esse povo, manifestando assim a misericórdia de Deus por ele, pois esse povo, que andava na escuridão, vê agora surgir uma grande luz. É a luz que ilumina os caminhos da salvação. Com Jesus chegou o tempo da Redenção e esse é o Reino de Deus.
Jesus é o libertador, é a Boa Nova que Ele realiza na sua pregação. E a síntese da Boa Nova é o Reino de Deus, que já está próximo, presente na pessoa de Jesus.
Jesus ensinava nas sinagogas dos judeus e por onde andava. Sinagoga era o lugar onde o povo se reunia. Ali Jesus transmitia sua mensagem libertadora, lendo e comentando as Sagradas Escrituras e  interpretava a Palavra de Deus. Jesus, com seus milagres e curas, libertava as pessoas da opressão, injustiça, marginalização. Queria libertar o homem todo e todo homem daquilo que o oprimia. Era o momento da implantação do reinado da justiça, paz e fraternidade.
Por causa de seus sinais, sua fama se espalhou por toda a região e todos queriam vê-lo. As multidões chegavam de todas as partes e se punham a seguir Jesus.
Como disse Isaías: “Como são belos sobre as montanhas os pés do mensageiro (...),  que traz as boas novas, e que diz a Sião: Teu Deus reina!” (Is 52,7; cf. Is 61,1)
Oração: Sejamos uma grande luz como Jesus para iluminar o caminho de todos que trilham nas trevas do pecado.



2 comentários:

Severino Fernandes disse...

Tenha um ano de muitas reflexões.

Ude Macedo disse...

OBRIGADA, SEVERINO! UM BOM ANO PRA VOCÊ TAMBÉM!

Postar um comentário