.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

segunda-feira, 10 de abril de 2017

Todo discípulo deve imitar o Mestre-Helena Serpa

13/04/2017 – 5ª. Feira Santa – Ceia do Senhor – 1ª. leitura Êxodo 12,1-8.11-14 -  “ A passagem do Senhor”
A saída do povo de Israel da terra do Egito para a Terra Prometida prefigura para nós, hoje, a Páscoa de Nosso Senhor Jesus Cristo e a vida nova que Ele veio nos oferecer. A Páscoa é uma instituição perpétua e significa para nós a passagem do Senhor na nossa vida nos tirando da escravidão do pecado para a libertação. No quadro exposto pelo Livro do Êxodo, Moisés dá aos israelitas a orientação de Deus, para que fosse seguida, rigorosamente, por eles. Assim sendo, toda a assembleia deveria celebrar a  Páscoa isto é, a passagem do Senhor, imolando um cordeiro sem defeito para cada família. As famílias deveriam comer a sua carne, assada, com pães ázimos e ervas amargas. Uma parte do sangue deveria marcar as casas onde seria celebrada a Páscoa a fim de que o anjo exterminador não os atingisse com a praga. Por isso, eles deveriam estar preparados e de prontidão, com os rins cingidos, sandálias nos pés e cajado na mão.  O cordeiro sem defeito prefigura Jesus Cristo que foi imolado para nos marcar com o seu sangue e nos livrar da morte. No nosso Batismo, somos assinalados com o sangue de Jesus e a Ele pertencemos. Por isso, precisamos também estar preparados, com os pés calçados, com o cinto atado e cajado na mão, prontos para a viagem, vigilantes e com determinação para nos reunirmos em Comunidade juntos com toda a Igreja a fim de revivermos todos os momentos com Jesus.  Foi assim que nós vivenciamos os dias da quaresma e nos preparamos para a grande celebração da Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus. O Senhor veio salvar àqueles que foram marcados com o sinal do Sangue do Cordeiro e esperam confiantemente o dia feliz da ressurreição e nós fazemos parte deste povo.  - A Páscoa para os antigos significava a saída do povo de Deus do Egito para uma terra prometida, e o que significa a Páscoa para você? - Qual o sentimento que você experimenta ao viver mais uma Páscoa na sua vida?

Salmo 115 – “O cálice por nós abençoado é a nossa comunhão com o sangue do Senhor!”
Como poderemos retribuir ao Senhor por tudo o que Ele nos deu? Nunca poderemos retribuir tudo o que nós recebemos de Deus, a não ser acolher o dom da nossa vida e da Salvação que Jesus veio nos presentear. “O Senhor nos deu vida e salvação!” É isto que nossos lábios precisam proclamar e assim estaremos sendo fiéis Àquele que nos criou e que por amor nos salvou.

2ª. Leitura 1 Coríntios 11, 23-26 -  “fazer acontecer de novo”
Nesta leitura São Paulo nos recorda as Palavras de Jesus na última ceia quando Ele, depois de dar graças partiu o pão e  elevou o cálice, dizendo: “Fazei isto em minha memória!” Assim sendo, ele nos dá um ensinamento sobre o que significa a entrega de Jesus na Eucaristia que é celebrada todos os dias no mundo inteiro. Fazer algo em memória é fazer acontecer de novo.  Portanto,  a Eucaristia é a memória do sacrifício de Jesus.      Por isso, todas as vezes que o sacerdote pronuncia estas palavras na Santa Missa, o sacrifício de Jesus, que se entregou por nós, se realiza mais uma vez e a aliança do Senhor com cada um de nós é sempre renovada. Deste modo todos nós precisamos, também, estar  preparados, com os pés calçados e os rins cingidos, cajado na mão, libertados do pecado, do remorso, livres para acolher a terra prometida que é a vida nova anunciada pelo Pai. O Banquete é espiritual, o Corpo de Jesus é verdadeiramente uma comida e o Seu Sangue, verdadeiramente uma bebida que alimenta a nossa alma e nos torna participantes do Grande Mistério da Sua Paixão, Morte e Ressurreição.   Quando você participa da Eucaristia tem consciência de que está participando do Banquete do Senhor?- O que significa a Eucaristia na sua vida? Ela faz parte do seu dia a dia ou só eventualmente, aos domingos?

Evangelho – João 13,1-15 – “Todo discípulo deve imitar o Mestre”  
Nos últimos momentos antes de ser levado para o Calvário, Jesus reuniu os Seus discípulos para a Ceia e mostrou-lhes como vivenciar o verdadeiro amor. Tirando manto da realeza, da autoridade e da dignidade de ser Filho de Deus Jesus tomou uma toalha e abaixou-se para servir aos seus amigos. Com o seu gesto, Jesus quis nos mostra que lavar os pés de alguém, é servir, estar à disposição, solidarizar-se fraternalmente com ele. Todo discípulo deve imitar o Mestre, portanto, mesmo que não compreendamos o gesto de Jesus em razão da nossa limitação humana, precisamos obedecê-lo, pois sabemos que só Ele tem para nós, palavras de vida eterna: “compreendeis o que acabo de fazer?... Se eu, o Senhor e mestre vos lavei os pés, também vós deveis lavar os pés uns dos outros”. Pedro também não compreendeu o sentido da ação do Mestre, por isso tentou dissuadi-Lo do Seu propósito de lavar os pés dos discípulos, todavia, Jesus replicou com uma afirmação que é também muito importante para todos nós, hoje: “Se eu não te lavar, não terás parte comigo.”  Os pés significam o nosso caminhar, nossas ações, nossas escolhas, nossas preferências. Quando acolhemos com humildade o auxílio de alguém que em Nome de Jesus se oferece para nos ajudar, nós estamos nos deixando lavar por Jesus. Do contrário, quando não admitimos ser “lavados” e servidos por alguém é porque entendemos que já somos muito perfeitos e, por isso, não carecemos da ajuda. Somente depois que lavou os pés dos Seus discípulos foi que Jesus vestiu novamente o manto e sentou-se. Isto significa que nunca deveremos nos omitir nem descansar diante das ocasiões que surgem de lavar os pés das pessoas que aparecem no nosso caminho. Assim fazendo, nós temos consciência de que cumprimos com o mandado de Jesus e, depois poderemos também sentar com Ele. Só quando lavarmos os pés uns dos outros é que iremos entender a profundidade do gesto de Jesus. - O que você acha deste gesto de Jesus? – Você tem deixado que alguém lave os seus pés? - O que significa para você lavar os pés do irmão? -  O que para você é melhor: “lavar os pés” de alguém ou deixar que alguém “lave os seus? ”.  


4 comentários:

joao lessa disse...

NOSSO DEUS E NOSSO PAI PERDAO POR MEUS PECADOS E PELOS PECADOS DO MUNDO ,OBRIGADO POR TUDO QUE SOU POR TUDO QUE TENHHO,IRMAOS E IRMAAS QUE A PAZ ESTEJA COM TODOS,SENHOR QUE SEJAMOS TODOS LAVADOS COM O TEU SANTO EXPIRITO.

Jose Maria Nascimento disse...

Obrigado Senhor, obrigado Helena !!!

Mariano Silveira disse...

DEUS te abençoe e te ilumine. Obrigado p/ reflexão.

Socorro Meireles Santiago disse...

Obrigada Helna...
obrigada am8go Paulo
Deus abençoe vcs.

Postar um comentário