.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

segunda-feira, 24 de abril de 2017

O alimento que vem do céu-Helena Serpa

28/04/2017 – 6ª. Feira – II Semana da Páscoa -  Atos 5, 34-42 – “tudo o que é da vontade de Deus para nossa vida tem uma razão de ser”
Ainda hoje é válido para nós o sábio conselho de Gamaliel: “se esse projeto é de origem humana será destruído, mas se vem de Deus, vós não conseguireis eliminá-los”.  A experiência nos mostra que o projeto de Deus visa a felicidade do homem e a sua harmonia interior, mas os nossos projetos nem sempre têm como fundamento o nosso bem espiritual, por isso também nem sempre têm um final feliz. Cuidado para não vos pordes em luta contra Deus!”  Nós nos pomos em luta contra Deus quando insistimos nas tentativas frustrantes dos nossos projetos pessoais perseguindo o que não é bom para nós. Se confiarmos em Deus nós poderemos livremente colocar os nossos projetos em Suas mãos aceitando o que for da Sua vontade e tudo acontecerá de acordo com a Sua aspiração. Muitas vezes nós lutamos pelos desejos da nossa humanidade, pelos projetos da nossa mente e nos angustiamos quando estes não acontecem. Precisamos ter consciência de que muitas coisas as quais ansiamos não é desejo de Deus que aconteçam e tudo o que é da vontade de Deus para nossa vida tem uma razão de ser e traz paz ao nosso coração. Às vezes insistimos nos nossos planos e não entendemos a razão do sofrimento e nos sentimos angustiados (as) e falta-nos a paz. Os discípulos de Jesus perseguiam a vontade de Deus, por isso, aceitavam sofrer injúrias por causa do nome de Jesus e ficavam felizes por isso. Até mesmo quando eram açoitados e ameaçados eles não se rendiam e saiam contentes por serem dignos de sofrer pela causa de Cristo. Precisamos, pois, avaliar a nossa disposição para padecer pelo reino de Deus na medida em que somos convocados, pois somente assim seremos fiéis ao nosso chamado.  – O conselho de Gamaliel também é válido  para você, hoje?   – Você percebe quando o projeto que sonha é da vontade de Deus? – Você tem ficado contrariado (a) porque as coisas não acontecem como planejou? – Você tem medo de sofrer pelo reino de Deus?

Salmo 26 - “Ao Senhor eu peço apenas uma coisa: habitar no santuário do Senhor”.
Esse salmo retrata o anseio da nossa alma para contemplar a Deus, saborear Sua ternura e misericórdia. Enquanto aqui vivermos, teremos somente um vislumbre da realidade divina. No entanto, a esperança e o desejo nos dão a certeza de que sem dúvida alguma a nossa espera não será em vão. Enquanto esperamos o nosso dia, nós também, como o salmista, poderemos afirmar: “O Senhor é minha luz e salvação; de quem eu terei medo”?

 Evangelho – João 6, 1-15 – “o alimento que vem do céu”
Nem todo o dinheiro do mundo seria suficiente para comprar o alimento que sacia a nossa fome de Deus e nutre o nosso organismo imaterial. Os pães e os peixes de que fala hoje o Evangelho representam para nós justamente este alimento que vem do céu e nos dá a compreensão e a consciência de que necessitamos dele para viver. Olhando para aquela multidão que o seguia, Jesus observou que aquele povo precisava de um alimento que matasse a sua fome material e espiritual. Um alimento que o curasse! Hoje, também, muitos de nós queremos ser curados das nossas mazelas, porém, passamos por cima da nossa fraqueza espiritual e não percebemos que a nossa alma e o nosso espírito precisam alimentar-se para que o nosso físico não sucumba durante a caminhada. Na maioria das vezes buscamos a cura do nosso organismo humano fazendo os exames de rotina, e nem imaginamos que possuímos também um organismo espiritual o qual precisa ser cuidado e alimentado. Dentro de nós há uma fome espiritual que só Jesus poderá matar!   Assim como multiplicou os pães e os peixes para dar de comer àquela multidão, Jesus também conhecendo as nossas necessidades, providencia para nós o Espírito Santo que nos revela a Palavra, nos abastece com a Eucaristia, e está presente na oração, no louvor, na adoração que são nutrimentos imprescindíveis para nos dar vigor e energia emocional, espiritual e até físico. Jesus exercitava os Seus discípulos a não se omitir diante dos desafios e a se colocar a serviço da providência do Pai. Hoje também Ele precisa de nós como Seus discípulos para alimentar a multidão faminta da Sua Palavra e dos Seus ensinamentos.  Como alimentar tanta gente, tendo pouco? O que fazer? O que pensar? Desistir? Resmungar? Murmurar?  O Senhor recomenda, “Fazei sentar as pessoas!”  O que isto pode significar para nós?  Para que possamos desfrutar de tudo quanto o Senhor dispõe para abastecer precisamos também nos reunir em grupos, nos assentar para partilhar, dialogar e colocar também à disposição do outro, os nossos dons, como ajuda.  Quando nos sentamos em família, em comunidade e colocamos o pouco que temos nas mãos de Deus, quando juntamos os nossos poucos dons e os oferecemos ao Senhor o milagre acontece. Cada um de nós tem seu papel no diálogo, na compreensão, na serenidade, na partilha do amor. Quando nos colocamos nas mãos do Pai e nos dispomos a partilhar o que temos, com amor, Ele multiplica suas graças de provisão e nunca nos faltará nada. – Você já percebeu que tem fome de Deus? – Onde você tem buscado cura para as suas enfermidades? – Você tem usufruído o que Jesus providenciou como alimento? – Vocês costumam sentar-se para fazer uma avaliação das suas possibilidades colocadas nas mãos de Deus? – Você tem meditado e partilhado a Palavra de Deus com alguém?


2 comentários:

Mariano Silveira disse...

DEUS te abençoe e te ilumine. Obrigado p/ reflexão.

joao lessa disse...

NOSSO DEUS E NOSSO PAI PERDAO POR MEUS PECADOS E PELOS PECADOS DO MUNDO,OBRIGADO POR TUDO QUE SOU POR TUDO QUE TENHO.IRMAOS E IRMAS QUE A PAZ ESTEJA COM TODOS,OUÇAMOS A PALAVRA DE DEUS ELA NOS ALIMENTA E DA CORAGEM,CORAGEM PARA ENFRENTAR A TANTOS DESAFIOS CONFIEMOS E NAO NOS ARREPENDEMOS AMEM

Postar um comentário