.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

domingo, 30 de abril de 2017

A REJEIÇÃO À JESUS NÃO INTERROMPEU O ANÚNCIO DO REINO! - Olívia Coutinho


Dia 01 de Maio de 2017 


Evangelho de Mt 13,54-58

 
O caminho do profeta,  como todos nós sabemos, é um caminho marcado pela perseguição, pela a rejeição...
Com Jesus, o profeta Maior de todos os tempos,  não foi diferente, Ele também   passou por esta experiência, além de rejeitado pelas autoridades políticas e religiosas, foi  rejeitado também pelos seus conterrâneos.
 O  evangelho que a liturgia de  hoje nos convida a refletir, nos trás uma amostra  dos desafios enfrentados pelos profetas de ontem e que os profetas de hoje continuam enfrentando.
A cruz é inevitável  no caminho de um  profeta,  pois são muitos os que tentam calar a sua voz, o que é impossível, pois nem a morte  faz calar a voz de um profeta! É  justamente depois da sua morte, que a voz do profeta, ressoa com mais intensidade ainda,  no coração da humanidade! O profeta morre, mas a sua palavra continua no mundo, como ficaram  as palavras de Jesus!
O texto nos fala  do retorno de Jesus a sua cidade de origem, quando Ele experimenta no corpo e na alma a dor da rejeição.  Uma dor, que certamente foi  mais forte ainda, por partir dos seus próprios conterrâneos, àqueles que deveriam ser os primeiros a acolhê-Lo. 
A admiração pelas palavras de Jesus cai por terra, quando a identidade do Messias, anunciado pelos profetas do antigo testamento, começa a se revelar na pessoa de Jesus. Aqueles,  que esperavam por um Messias extraordinário, milagreiro, que os favorecessem,  não quiseram aceitar um Messias na condição de servo, alguém, de origem simples, que tinha o olhar voltado para os pequenos, os pobres, os marginalizados...
Julgando  Jesus, pela  sua condição social, eles se recusaram a aprofundar no mistério de Deus, ficaram somente no superficial, o mais importante eles não foram capazes de perceber: o Rosto humano do Pai, se desenhando  no filho de um carpinteiro!
Os compatriotas de Jesus tiveram nas mãos a chave da felicidade, mas não se deram conta desta preciosidade, por isto desperdiçaram a graça de Deus! Ali, Jesus não pode realizar muitos  milagres, não, por retaliação, mas pela falta de fé daquele povo. 
Será que nós também, não temos atitudes semelhantes as atitudes dos conterrâneos de Jesus? Será que estamos aceitando o recado que Deus, que chega até a nós por meio das pessoas simples?
Dificilmente reconhecemos  a sabedoria presente nas pessoas simples, temos a tendência de acreditar somente nas pessoas de alto "nível intelectual", com isso, muitos de nós, deixamos escapar as mensagens que Deus quer nos passar através dos pequenos, esquecendo de que Jesus, o Mestre de todos os mestres, o profeta Maior de todos os tempos, serviu-se de meios humanos bem simples, para anunciar o reino de Deus!
Infelizmente, a humanidade ainda continua dividida, uns acolhe a voz do profeta e se dispõe a mudar de vida, outros, a  ignora,  preferindo continuar no  pecado.
A rejeição a Jesus,  não interrompeu o anúncio do Reino, que continua através dos incansáveis profetas de hoje: homens e mulheres que se embrenham pelo caminho da cruz, dispostos a dar a vida se preciso for, pela causa do Reino.

FIQUE NA PAZ DE JESUS! – Olívia Coutinho
Venha fazer parte do meu grupo de reflexão no Facebook

2 comentários:

Mariano Silveira disse...

DEUS te abençoe e te ilumine. Obrigado p/ reflexão.

Anônimo disse...

Eu todos os dias faço a leitura do dia e complemento com os comentários dessa equipe para complementar meus ensinamento e por em prática muito obrigado, que o Senhor Deus continue derramando benção a todos na Paz de Cristo, Jair Ferreira.

Postar um comentário