.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

domingo, 30 de abril de 2017

"FICA CONOSCO, POIS JÁ É TARDE..." Olivia Coutinho

 
3º DOMINGO DA PÁSCOA
 
DIA 30 De Abril de 2017
 
Evangelho de Lc24,13-35“
 
Quantas vezes, caminhamos sem rumo, sem motivação e no declinar do dia sentimos cansados, desanimados, pois não chegamos a lugar nenhum.
Quando a nossa vida começa a perde o sabor, quando nossos passos já não nos levam a lugar nenhum, é sinal de que não estamos reconhecendo a presença de Jesus junto de nós, de que está  nos faltando algo  imprescindível  para o nosso bem viver, o alimento que nos sustenta verdadeiramente que é a fé. É a fé que nos fortalece, que mantém viva a nossa esperança,  que nos aponta  horizontes! A fé  movimenta a nossa vida, nos segura nos momentos de desolações, nos matem de pé nos vendavais da vida!
O evangelho que a liturgia deste terceiro Domingo da Páscoa nos convida a refletir sobre a importância  de confiarmos nas palavras de Jesus. Foi o que faltou para dois discípulos de Jesus,  que não vendo mais razões para permanecerem em Jerusalém, após a morte do seu Mestre e  Senhor, decidem retornar para  Emaús, um povoado distante onze quilômetros  de Jerusalém.
          Tristes e  porque não dizer, decepcionados  com tudo que acontecera com Jesus, a quem eles haviam depositado o destino de suas vidas, eles deram como encerrada, aquela história de amor.
 Enquanto  comentavam entre si  o acontecido, Jesus se ajuntou a eles no caminho para Emaús e logo entrou na conversa, mas eles não o reconhecera  de imediato, estavam como que cegos, carregando dentro de si, um Jesus morto.  
Como podemos perceber, esses discípulos, havia perdido a esperança muito rápido, um sinal de que eles  não haviam confiado no que Jesus lhes dissera pouco antes de sua morte: “O filho do homem vai ser entregue nas mãos dos homens. Eles o matarão, mas no terceiro dia ele ressuscitará.” Mt 17,22-23.
A falta de fé destes dois discípulos, intitulados como discípulo de Emaús, ofuscou os seus olhos diante o Jesus vivo que caminhava com eles, levando-os a confundi-lo com um forasteiro.  Jesus  só foi reconhecido por eles,  no momento em que Ele partiu o pão. Foi a partir deste instante, que os seus olhos se abriram e eles  puderam vivenciar a alegria de estarem diante do Cristo Ressuscitado!   
Movidas pela alegria do reencontro com Jesus , eles tomam o caminho de volta, indo falar com os outros discípulos sobre a  experiência que tiveram com o Cristo Ressuscitado!
Estes dois discípulos que demoraram tanto para reconhecer Jesus, representam todos os que ainda não tem uma fé consistente,  os que perdem a esperança facilmente, que se dão como vencidos diante  a um suposto fracasso. 
Que esta lentidão dos discípulos de Emaús, não se repita conosco, que nós não sejamos cegos, lentos, para perceber a presença de Jesus em nossa vida!
Busquemos sempre nos alimentar na fé, pois é a fé que nos  faz enxergar a presença  do Cristo Ressuscitado caminhando junto de nós!
A narrativa nos desperta  também, sobre  a importância de buscarmos sempre um jeito atencioso de viver a fé, chama a nossa atenção para algo que quase não praticamos nas nossas relações humanas: o ouvir o outro, o caminhar com ele, o conhecer a sua história, seus sonhos, reconhecer nele, a presença do próprio Cristo! Foi isto que Jesus fez ao caminhar com os discípulos de Emaús, Ele falou, ouviu, inteirou-se...
Muitos de nós, somos indiferentes ao outro, até mesmos dentro de nossas próprias casas,quantos filhos mal se falam com seus pais, quantos pais não reservam tempo para dialogar com  os filhos, estamos sempre apressados e com isso, muitas vezes, não temos tempo para perceber no outro a presença do Cristo Ressuscitado.
A nossa missão nasce a partir do nosso encontro pessoal com o Cristo Vivo e cresce à medida do nosso envolvimento com Ele, através das  nossas relações humanas.
FIQUE NA PAZ DE JESUS! – Olívia Coutinho
Venha fazer parte do meu grupo de reflexão no Facebook

Um comentário:

kennedy lopes da silva Lopes disse...

PARABÉNS, QUE RIQUEZA DE PALAVRAS!! EXCELENTE HOMILIA. FALOU TUDO O QUE PRECISAVA FALAR.

Postar um comentário