.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Quem não se aproxima de Jesus, rejeita a luz!-Helena Serpa

26/04/2017 - 4ª. Feira – II semana da Páscoa -  Atos 5, 17-26 – “as conveniências nos impedem de falar de Jesus!”
 Os apóstolos cheios de destemor e repletos do Espírito Santo, não se deixaram intimidar e, seguindo a orientação do Anjo que lhes abriu as portas da prisão, saíram e foram anunciar no templo o nome de Jesus e o “novo modo de viver em comunidade!” Fazendo um paralelo da nossa vida com a dos apóstolos na Igreja primitiva nós chegamos à conclusão de que, apesar de não nos prenderem literalmente na cadeia, nós também não somos livres para anunciar o nome de Jesus e dar testemunho da sua presença na nossa vida. Hoje também as conveniências nos impedem de falar de Jesus em qualquer lugar que estejamos e muitas vezes nós só abordamos os “assuntos de Deus” quando estamos na Igreja, na Comunidade ou com alguém que entende a nossa linguagem. Permanecemos mudos (as) e covardes na maioria dos lugares que frequentamos, com o temor de que sejamos ridicularizados (as). No entanto, não foi assim que Jesus nos mandou agir. Ele nos mandou “ir pelo mundo inteiro e pregar o Evangelho a toda criatura”!  Deus sabe da nossa disposição e mede a nossa confiança. Hoje também nós somos aprisionados (as) pelo nosso modo de viver egoísta, cada qual tentando salvar a sua vida, brigando com a sorte para conquistar um lugar ao sol, corroborando com a mentalidade do mundo. A mentalidade do mundo nos coloca na prisão do egoísmo, da individualidade, da mentira, da corrupção, mas os anjos do Senhor, segundo o nosso coração, nos abrem as portas do diálogo, da compreensão, do perdão, do entendimento quando estamos presos nas diversas situações da nossa vida.    Jesus Cristo veio para nos abrir uma nova perspectiva de vida e é por isso, que quando não vemos nenhuma saída humana, a Palavra de Deus nos orienta, nos instrui e nos direciona abrindo novos horizontes. Aqueles (as) que têm a experiência com a Palavra Sagrada irão continuar persistindo em testemunhar as maravilhas que acontecem na sua vida.  – Você ainda continua preso (a) ao modo de pensar que o mundo prega? – Você que foi libertado (a) do poder das trevas tem levado a Luz de Cristo ao mundo? -  Você tem tido coragem de falar de Jesus no meio das “festas” e “celebrações da  vida ? - Você ainda se sente aprisionado? – O que ainda o (a) está prendendo?   – Aonde você precisa ir anunciar?
Salmo 33 – “Este infeliz gritou a Deus e foi ouvido
O anjo do Senhor acampa perto daqueles que gritam o Seu nome e Nele procuram refúgio e proteção. Há momentos na nossa vida que nos sentimos os últimos dos miseráveis, infelizes e necessitados. Na nossa humilhação e mendicância só nos restar gritar a Deus e o Senhor manda o Seu anjo para acampar perto de nós. Por isso, nunca devemos desistir nem desanimar na nossa oração de súplica, porque o Senhor na hora exata ouve a nossa voz e nos retira do abismo. É nestas horas que nós contemplamos a face de Deus e o nosso coração se enche de alegria.
Evangelho – João 3, 16-21 – Quem não se aproxima de Jesus, rejeita a luz!”

A fé de que Jesus veio ao mundo como a salvação de Deus para nos libertar do pecado, será a medida para nosso julgamento final. Precisamos examinar o nosso coração e refletir nas palavras de São João:  “a Luz (Jesus) veio ao mundo, mas os homens preferiram as trevas (o pecado)”. Com efeito, quem rejeita a Jesus está se escravizando ao pecado e quem aceita Jesus como Senhor e Salvador, acolhe a Sua Luz e naturalmente, é libertado do pecado. Jesus veio para tirar todos os homens das trevas, e, aquele (a) que despreza a Sua Luz vive nas trevas e é condenado (a) pelas suas próprias obras.  Quem não se aproxima de Jesus, rejeita a luz porque tem medo de que sejam reveladas as suas más ações, assim sendo, será condenado pelas suas próprias obras. A luz é como a verdade que esclarece e nos tira da ignorância. Ela nos dá a direção para caminharmos seguros (as). A fé em Jesus Cristo é o meio mais eficaz para que nos aproximemos da luz de Deus, pois Ele não veio ao mundo para condenar as nossas más ações, mas justamente para nos ajudar a não mais cometê-las. A salvação de Jesus implica, porém, em que o acolhamos e não o rejeitemos. Nós acolhemos a Jesus quando vivemos segundo a Sua Palavra e seguimos os Seus ensinamentos. Não nos adianta apenas dizer que cremos em Jesus, se não damos ouvido ao que Ele próprio veio nos ensinar e agimos completamente ao inverso, seguindo a cartilha do mundo que vive nas trevas. Confiando em Jesus, seguindo a Sua Luz e nos entregando às Suas sugestões, poderemos praticar as  boas ações, pelo poder do Seu Espírito Santo. A Palavra de Deus nos assegura tudo isto!  Ainda há tempo para que o mundo seja salvo, ajudemos, portanto, a iluminá-lo com a luz de Deus que recebemos no nosso Batismo. – O que você entende por “irradiar a luz de Deus”? – Como é que podemos iluminar o mundo com a Luz de Cristo? – Qual é a virtude em você que mais revela ao mundo a luz de Jesus? – Você crê em Jesus como Luz para a sua vida? – Você tem tido a coragem de ficar debaixo da Luz, embora que a sua verdade seja descoberta? – Qual seria o primeiro passo para você fazer isto?


3 comentários:

Jose Maria Nascimento disse...

Obrigado !!!

Mariano Silveira disse...

DEUS te abençoe e te ilumine. Obrigado p/ reflexão.

joao lessa disse...

NOSSO DEUS E NOSSO PAI PERDAO POR MEUS PECADOS E PELOS PPECADOS DO MUNDO,OBRIGADO POR TUDO QUE SOU POR TUDO QUE TENHO,IRMAOS E IRMAS QUE A PAZ ESTEJA COM TODOS,AINDA A TEMPO ESCUTEMOS A JESUZ AMEM

Postar um comentário