.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

quarta-feira, 13 de julho de 2016

ALEI QUE DEVE NOS REGER É A LEI DO AMOR! – Olivia Coutinho

 
Dia 15 de Julho de 2016
 
Evangelho de Mt12,1-8
 
O medo do castigo, a observância exagerada de leis, impede muitas pessoas de uma proximidade maior com Deus!
Muitos líderes religiosos, ao invés de conduzir o povo  para o convívio com o Pai, os  intimidam, passando para eles, a imagem de um Deus vingativo que está sempre a espreita, pronto para  nos pegar em algum deslize.
 Todo aquele que fica preso  em  pormenores, na observância de normas, não enxerga o mais importante que é a presença amorosa de Deus em nossa vida!
Deus é Pai, e como Pai amoroso, Ele só quer nos amar e não nos castigar!
O evangelho que a liturgia de hoje nos apresenta, nos fala de mais um conflito dos fariseus com Jesus, desta vez, a respeito da observância do sábado.
Embora conhecedores das Escrituras, os fariseus, na prática, estavam bem distante do amor propagado  por Jesus, o amor que gera vida!
As autoridades religiosas do tempo de Jesus, colocavam pesados fardos nos ombros das pessoas, leis, normas, que deveriam ser cumpridas rigorosamente como o Jejum, ritos de purificação, observância do sábado e tantas outras regras que eles mesmos criavam e que na verdade,  tinham como pano de fundo, cegar o povo dos seus direitos.
Ficou claro, que os fariseus queriam pegar Jesus num casuísmo legal, já que o fato dos discípulos estarem apanhando espigas de trigo para saciar a fome, não lhes poderia ser atribuído como roubo.
Determinados a escandalizar Jesus, esses fariseus procuraram outra forma para incriminá-lo, alegando que os seus discípulos estavam infligindo as leis que proibia o trabalho em dia de sábado, desconsiderando assim, a necessidade de sobrevivência deles.
Criticado pelos Fariseus em nome da Sagrada escritura, Jesus responde essas criticas, usando a própria escritura: “Por acaso nunca lestes nas escrituras o que Davi e seus companheiros fizeram quando passara necessidade e tiveram fome?...”Mc 2,25
Não é difícil perceber que até nos dias de hoje, presenciamos situações semelhantes, na realidade, o legalismo é um instrumento de alienação e opressão, que tem como maior objetivo desviar a atenção do povo. Enquanto o povo está voltado para a observância rigorosa de tantas leis, os donos do poder sentem-se livres para praticar seus atos ilícitos.
As leis de organização social e religiosas só podem ter validade se forem elaboradas em favor da vida, e Jesus veio para libertar e fazer desabrochar a vida!
Em todos os seus ensinamentos Jesus sempre deixou  claro, que a vida tem que estar em primeiro lugar e a necessidade de sobrevivência acima de toda e qualquer lei!
Para um verdadeiro seguidor de Jesus, não existir dia e nem hora para cuidar da vida!
Apanhando espigas de trigo para matar a fome, os discípulos, apoiados por Jesus, começaram a abrir caminho para uma nova mentalidade!
A lei que deve nos reger é a lei do amor!
FIQUE NA PAZ DE JESUS! – Olívia Coutinho
Venha fazer parte do meu grupo de reflexão no Facebook:
 

2 comentários:

Anônimo disse...

É VERDADE A LEI QUE DEVE NOS REGER É A LEI DO AMOR.
GOSTEI. FIQUE COM DEUS.

Mariano Silveira disse...

DEUS te proteja e te ilumine.

Postar um comentário