.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

terça-feira, 26 de julho de 2016

-SER RICO DIANTE DE DEUS-José Salviano

18º DOMINGO TEMPO COMUM

31 de Julho

1ª Leitura – Eclo 1,2; 2,21-23

Salmo 89

2ª Leitura – Cl 3,1-5.9-11



Evangelho – Lc 12,13-21






PRIMEIRA LEITURA
Vaidade das vaidades! Trabalhar a vida inteira, sem nem ao menos aproveitar a vida, conseguindo fraturas, doenças funcionais, encurtando sua vida com alimentação incorreta, esforços exagerados, noites sem dormir, para no final de tudo, morrer e deixar tudo aí. Isso não é uma grande vaidade, uma grande tolice?
Conhecemos muita gente assim. Muitas pessoas que agem assim. Vivem com toda ganância que se julgam ter direito, se matam para acumular riquezas, como se fossem viver para sempre. Que tolice!
Mas não conte a eles que eu disse isso. Pois eles acham que estão certos e que todos que pensam como eu estão redondamente enganados, estão todos errados.

SALMO
Essa é a grande certeza da vida! Qual? A morte! Por isso procuremos não ter medo dela, procuremos com a graça de Deus viver nos preparando para aquela hora. Para que estejamos na amizade com Deus, e assim seremos guiados para o paraíso eterno.


SEGUNDA LEITURA
Portanto, fazei morrer o que em vós pertence à terra: imoralidade, impureza,
paixão, maus desejos e a cobiça, que é
idolatria. Não mintais uns aos outros...
Paulo o inspirado pelo Espírito de Deus, nos adverte, nos aconselha a levar uma vida voltada para os valores do Alto. Uma vida na qual nos preparamos a cada dia para a grande e última viagem, para o desconhecido. Mas não tão desconhecido assim. Jesus disse mais ou menos assim: Ninguém será capaz de imaginar o quão maravilhoso o Pai preparou para aqueles que amam, aqueles que seguirem os mandamentos...
Façamos morrer em nós, tudo o que nos impedirá de alcançar essa grande vitória, essa maravilha que será um dia ser conduzido à vida eterna.
De toda essa lista dita por Paulo, destacamos aqui a idolatria. O mundo de hoje está repleto de ídolos. O carro, a moto, o computador, a namorada, o namorado, tudo isso representam os nossos ídolos. Ou seja, tudo AQUILO QUE TOMA O LUGAR DE DEUS EM NOSSA VIDA.
E de todos esses ídolos, o mais forte deles está sendo o CELULAR. Esse brinquedinho está realmente tomando o lugar de Deus na vida de muitas pessoas. Por causa dele, muitos não estão mais rezando, ou pelo menos não rezam mais como antes, por causa dele muitos não se concentram mais em Deus, e até nem vão mais à missa. Por causa do celular, não dialogamos mais com as pessoas da família, não somos mais disponíveis, não estamos mais amando os nossos irmãos e irmãs como deveríamos.  
Por todo lado que você olha tem alguém, mexendo num celular. E não é somente os jovens. São todas as faixas etárias, incluindo a vovó e o vovô.
Até quando isso vai continuar? Até que outro brinquedinho, outro ídolo aparecer?
O celular moderno é muito interessante. Ele resolve uma porção de tarefas úteis, que facilita a nossa vida. Mais não é por isso que vamos deixar Deus de lado!

EVANGELHO
A riqueza em si, promove o bem comum, uma boa safra vai garantir alimento para muitos, um grande rebanho de gado, é carne que não acaba mais, e que vai sustentar muitas pessoas.
O perigo maior da riqueza, está no fato de alguém depositar todas suas esperanças nos bens materiais, e se esquecer de Deus, e desprezar o irmão e a irmã.
A riqueza nos engrandece, nos torna poderosos, e ingenuamente podemos pensar até em competir com o poder de Deus, e desse modo nos sentir também uns “deuses”, mas dessa vida terrena, é claro!... Ou, até pensar que não precisamos de Deus, pois podemos comprar quase tudo.
Sim, comprar quase tudo, porque não podemos comprar a vida nem a cura de nossas doenças.
Fazendas, carros, barcos, casas, e até pessoas o dinheiro pode comprar. Mas infelizmente, não podemos comprar com ele, a salvação eterna! Pelo contrário, muito dinheiro pode até nos levar ao inferno.
O dinheiro não pode comprar a perenidade da nossa vida. Pode-se até prolongá-la, porém, quando chega a hora, não tem mais jeito. Só resta partir, e deixar tudo aí para os outros. Mas, parti para onde? Para o Céu ou para o inferno?
E é aí que mora o perigo para a nossa alma!  Para a nossa vida eterna! Pelo fato de que a riqueza nos afasta de Deus e do irmão.
Ele ganhou na Mega Sena e logo teve de se esconder, e depois mudar de cidade, pois não aguentou o grande número de amigos que apareceu para lhe bajular, visando o seu dinheiro. Ele, portanto, se afastou dos amigos e até de alguns parentes.
Ficou muito rico, e passou a desprezar os pobres, evitando-os por dois principais motivos:
A) Com medo de ser sequestrado, ou assaltado;
B) Com receio de que eles fossem lhe pedir ajuda.
Desse modo, o restinho de caridade que ele possuía, foi parar no fundo do poço. E para Deus a caridade é indispensável para a nossa salvação.     
Ao nos afastar do irmão, ao ignorar os que padecem de fome, falta de moradia, desemprego, doença, principalmente quando temos muito dinheiro e não nos disponibilizamos a ajudar esses pobres miseráveis, estamos nos afastando de Deus. Pois “toda vez que você negar uma esmola a um necessitado, foi a mim que você negou”.
Portanto, é impossível servir a Deus e ao dinheiro. E foi por isso que Jesus disse: “É mais fácil um camelo passar no buraco de uma agulha do um rico entrar no Reino dos Céus”. 
A nossa salvação está diretamente proporcional ao nosso relacionamento com o próximo. Isso faz parte da prática da nossa fé. De nada adianta crer, se não praticarmos a fé. E a prática da fé, é muito mais importante do que rezar muitos terços, porém, sem nos importar com os famintos que nos rodeiam.
Tem gente que reclama pela existência de mendigos, pelo fato deles sujarem as calçadas, deixando-as malcheirosas, e de deixar o nosso bairro com um aspecto desagradável. Tem gente poderosa que exige que a prefeitura dê um jeito nesses mendigos que usam e abusam dos espaços públicos, prejudicando o conforto dos que pagam impostos. 
SER RICO DIANTE DE DEUS – Isso é possível? Será que alguém consegue? Quais são os requisitos para alcançar essa grande maravilha?
Ora, os requisitos para ser rico diante de Deus, estão todos eles no Evangelho. E Jesus os resumiu em duas frases: Amar a Deus, e amar o próximo como a ti mesmo.
Os ricos até amam a Deus. Eles podem até acreditar, respeitar as coisas de Deus, e até mesmo em ajudar através de doações para com a Igreja.
Porém, a segunda parte, é o mais difícil para eles. A parte que se refere a estender a mão e ajudar o necessitado, é muito difícil, para quem é orgulhoso, para quem não precisa de ninguém, para quem pode comprar tudo, para quem precisa manter uma imagem de importante diante dos demais ricos...
Como ser rico diante de Deus! O que preciso fazer? Amar o próximo como amo a mim mesmo. Muitos conseguiram. São Camilo de Lelis amou os doentes, não abraçando-os e beijando-os, mas socorrendo-os.
Mas você não precisa ser um São Camilo para ser rico diante de Deus. Existem muitas outras formas de ajudar os pobres. Desde uma simples esmola, até uma grande doação para uma casa de caridade, ou para a Igreja distribuir para os famintos e sem tetos.
Mas a forma mais importante de se tornar um rico diante de Deus, de construir um tesouro não aqui, mas no Céu, é praticar a caridade com TODA BOA VONTADE. É olhar o necessitado com COMPAIXÃO, como o fez Jesus muitas vezes, como por exemplo, quando olhou aquela viúva que perdera o filho, depois de ter perdido o marido. Jesus disse-lhe com muita compaixão: Não chore! Aquelas palavras lhe vieram de dentro, foram ditas com muita emoção! Emoção de verdade, e não fingida como as vezes nós fazemos, dizendo: coitado! E em seguida, seguimos o nosso caminho. Essa é a forma mais importante de ser um rico diante de Deus, essa atitude interior de ajudar não apenas com um gesto, mas com bondade, com ternura, com pena do que sofre, vendo nele a pessoa de Jesus, e vendo nele a nossa pessoa. Pois nessa vida tudo é possível! Não sabemos do dia de amanhã!
É essa a primeira forma mais importante, que muitas vezes o rico precisa avaliar e mudar, é a sua atitude diante dos miseráveis. Pois só é rico diante de Deus, aquele ou aquela que não despreza o seu semelhante, o seu irmão, a sua irmã, por nenhum motivo, principalmente por ele e ela serem pobres.

Se liga! O dia do juízo final não será adiado, nem cancelado!


Tenha um bom domingo. José Salviano.

3 comentários:

Anônimo disse...

PARABÉNS , que o senhor jesus te abençõe e continue te enchendo com a unção do espirito santo.Maravilhosas suas explicações em cada palavra do senhor jesus . deus te abençõe e te ilumina meu irmão .ABRAÇOS

Anônimo disse...

COM SUAS EXPLICAÇÕES ESTOU FAZENDO MEUS SERMÕES MARAVILHOSAMENTE TOCANTE AOS CORAÇÕES DOS MEUS FIÉIS DA IGREJA. agradeço PRIMEIRAMENTE AO NOSSO DEUS POR MIM USAR E A VOCÊ POR TODA SEMANA POSTAR SUAS EXPLICAÇÕES EM CADA PALAVRA DO NOSSO SENHOR . QUE JESUS TE ENCHA TE LUZ E SABEDORIA.

Lucélia Tôtolo disse...

Que Deus continue te abençoando com sabedoria e discernimento. Procuro ler sempre suas explicações e dos demais da LITURGIA DIÁRIA COMENTADA, pois elas me ajudam muito a entender melhor a Palavra de Deus e a preparar o comentário da Santa Missa. Muito obrigada e que Deus os abençoe hoje e sempre!

Postar um comentário