.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Eu sou o caminho-Alexandre Soledade

12-05-2017
Jo 14,1-6



Bom dia!
Sempre que esse evangelho aparece trago à tona a reflexão do que é para nós ter felicidade. Será que conseguimos enxergar, em meio às dificuldades do dia-a-dia, a felicidade?
Certa vez divagando sobre a teologia da graça, comparei o nosso dia-a-dia a um trapézio voador. Sim, Já acordamos no trapézio e desde cedo já temos o objetivo de cumprir com êxito a acrobacia e acalcar com segurança o bastão. Então vem a reflexão do que seria sucesso.
Veja e reflita: Sucesso é a conquista de algo muito especial que se iniciou com um sonho, virou uma proposta e um objetivo e por fim se concretizou; felicidade é conseguir viver bem com que se tem, naquele momento ou instante e não esta condicionada ao sucesso”.
Ao se levantar e novamente encarar o trapézio temos consciência que talvez não conseguiremos cumprir com êxito aquele objetivo; sabemos que por vezes cairemos e que também por muitas vezes voltaremos para casa, no fim do dia, vitoriosos sabendo e louvando pelo ótimo dia que tivemos, ou seja, acrobacia cumprida e salvos novamente no bastão.
Os que vivem o medo e em especial os que estão em processo de depressão nem sobem no trapézio; os descrentes vão para o trapézio acreditando apenas na sua perícia; já os fieis acreditam e sabem que Deus é a rede de segurança. Tendo sucesso ou não na acrobacia e no retorno ao bastão sabem que Ele sempre estará lá.
“(…) Os fariseus perguntaram a Jesus sobre o momento em que chegaria o Reino de Deus. Ele respondeu: ‘O Reino de Deus não vem ostensivamente. Nem se poderá dizer: ‘Está aqui’, ou: ‘Está ali’, pois o REINO DE DEUS ESTÁ NO MEIO DE VÓS”. (Lucas 17, 20-21)
Vida e trapézio interagem entre si. Sucesso e insucesso são variáveis. Felicidade e Deus pertencem ao processo, só não os vê quem não quer.
Levantar pela manhã é um simples gesto rotineiro; sabemos ao levantar que a felicidade e Deus estarão à espera no trapézio. Tal entender requer maturidade para aceitar que as situações de fracasso, descrença e medo fazem desse processo. Enfrentar é uma condição de vida e não pode ser feita com desgosto, pois quem assim o vê já levanta mal humorado e possivelmente tentará tornar tudo ao seu redor também sombrio e chato. Quem não conhece pessoas assim, que já levantam de “cueca virada”?
Dizem “você não sabe o que eu estou passando”! Ou tornam suas dores, dívids e sofrimentos sempre maiores que a dos outros…
A busca da felicidade perdida inicia dentro de nós mesmos. Se acordo parecendo que chupei tamarindo ninguém tem culpa disso. O sucesso após cada acrobacia é uma conseqüência natural das tentativas e não é algo obrigatório na vida.
Se condicionarmos nossa felicidade diária ao sucesso, a um novo carro, a casa nona, a promoção no serviço, ao novo salário, deixaremos aos poucos de ver o sucesso e a felicidade dos outros. Não mais perceberemos o dez na prova de matemática que o filho com dificuldade tirou, não nos comemorará o novo emprego da filha, não veremos o cabelo cortado da esposa, não será visto ou notada a felicidade do marido que mesmo sem dinheiro feliz volta pra casa… Pessoas infelizes dificilmente elogiam o sucesso dos outros, Caminham a passos largos para um processo duro chamado INVEJA. A inveja é ir todos os dias para o trapézio não mais pra saltar e sim para derrubar os que tentam ser agarrar a cada nova manobra.
Engraçado que foi para esse irmão e para os descrentes, que parecem que vivem fora mundo, que Jesus veio, morreu e nos envia
“(…) Mas ele disse-lhes: “Eu devo anunciar a Boa Nova do Reino de Deus também a outras cidades, pois é para isso que fui enviado“ (Lucas 4, 43)
Olhando bem a situação do trapézio que explanamos, deve ser então por isso que seja mais fácil de encontrá-lo na dor ou no erro ao depararmos com a rede de proteção, pois poucas pessoas após uma acrobacia perfeita se lançam na rede para agradecer ou demonstrar sua felicidade.
Por fim, “(…) Jesus respondeu: – Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém pode chegar até o Pai a não ser por mim”. Quer sucesso? Jesus é o caminho. Caminhe com Ele; Quer ser feliz? Jesus é a verdade! Ele esta no trapézio!; Esta desanimado, triste, abatido? Ele é a vida! Portanto aceite a vida que vem Dele e enfrente o trapézio!
Minha prece por todos aqueles que estão deprimidos, agoniados e abatidos… Que Deus os dê forças a medida que cada um esboçar, mesmo que timidamente, uma reação.
Um imenso abraço fraterno


Um comentário:

Anônimo disse...

Eu todos os dias faço a leitura do dia e complemento com os comentários dessa equipe para complementar meus ensinamento e por em prática muito obrigado, que o Senhor Deus continue derramando benção a todos na Paz de Cristo, Jair Ferreira.

Postar um comentário