.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

quarta-feira, 31 de maio de 2017

Um Cristianismo Pela Metade-Diac José da Cruz

6 de Junho de 2017
Evangelho: Mc 12, 13-17

" Um Cristianismo Pela Metade...."

Há tantas indagações que poderíamos colocar ao lado desta pergunta capciosa que os Fariseus e Herodianos fizeram a Jesus. Vamos formular algumas delas, para que compreendamos a resposta de Jesus para os cristãos de 2017.
"Senhor, é certo um cristão participar da política partidária? Deve um cristão atuar no sindicalismo ou na associação de moradores? Deve um cristão se preocupar com questões sociais do bairro, da cidade? Deve um cristão se ocupar com problemas de ordem econômica? Pode um Cristão acompanhar trabalhos da câmara e cobrar os seus representantes no legislativo? Deve um cristão se ocupar de questões referentes à cidadania, ao meio ambiente e ecologia? Deverá um cristão atentar para questões da Educação e Saúde? Pode em nossas comunidades um cristão se preocupar com administração, situação econômica da Paróquia, formas de gestão para melhorar a arrecadação do dízimo? Deve um cristão se preocupar com a comunicação e ocupar espaços na Mídia local ou na grande Mídia, para evangelizar? A lista é muito grande e paramos por aqui.
A verdade é que muitas vezes preferimos ser cristãos pela metade, ignorando ou menosprezando as realidades terrenas que nos cercam e que afetam diretamente a nossa vida. Para que se preocupar com as coisas do mundo, se elas são transitórias. O que importa é me preocupar com a salvação da minha alma na Vida Eterna.....Este é o pensamento que prevalecia na Igreja antes do Concílio Vaticano II, e infelizmente muitos ainda pensam assim,  recusando-se a ser fermento na massa, sal e luz do mundo, preferindo a Fé da Magia, que cuida das coisas santas e sagradas, entendendo que tudo mais são coisas profanas. Claro que, por conta deste pensamento, os cristãos "Metadinhas" são péssimos administradores, maus pagadores, vivem "apertados", metidos em grandes dívidas e são capazes de pedir a Deus um milagre econômico para suas vidas.
Cristãos “metadinhas” odeiam ouvir falar em política dentro da Igreja e na relação com os políticos, legisladores e governantes. Só querem uma coisa: ter algum ganho ou levar alguma vantagem com eles...incentivando, até mesmo políticos de dentro da comunidade que  praticarem o chamado clientelismo político, que é uma praga que infesta nossa sociedade.
Neste sentido e olhando por este lado, podemos entender que a resposta de Jesus: "Dai a Cesar o que é de Cesar, e a Deus o que é de Deus", é um convite à coerência, de uma fé comprometida com a vida e todas as suas implicações. Claro que a questão da imagem cunhada na moeda serve também como uma exortação para lembrarmos que o homem é imagem e semelhança de Deus e não imagem e semelhança das Instituições. Portanto, sendo imagem e semelhança de Deus, temos que ser coerentes como Jesus de Nazaré, Homem fiel, judeu e cidadão, que se inseriu plenamente na sua realidade nacional e religiosa, sem nunca fazer da relação com Deus uma forma de se alienar. E por ser assim, tão comprometido com a transformação das estruturas do seu tempo, foi perseguido e condenado injustamente à morte da cruz, pois se fosse apenas um fanático religioso, um visionário místico, que vivia nas nuvens, certamente não incomodaria a ninguém e morreria velhinho, de cabelos brancos... (Diácono José da Cruz – Paróquia Nossa Senhora Consolata – Votorantim SP – E-mal jotacruz3051@gmail.com)  )Revisor:JCBarbosa

Um comentário:

Anônimo disse...

Eu todos os dias faço a leitura do dia e complemento com os comentários dessa equipe para complementar meus ensinamento e por em prática muito obrigado, que o Senhor Deus continue derramando benção a todos na Paz de Cristo, Jair Ferreira.

Postar um comentário