.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

sexta-feira, 5 de maio de 2017

“A QUEM IREMOS, SENHOR?”- Olivia Coutinho


           Dia 06 de Maio de 2017
 
           Evangelho de Jo6,60-69
 
Muitos de nós, recuamos, ou até abandonamos o seguimento a Jesus, quando tomamos conhecimento de que neste seguimento, a cruz se faz presente!
Todos nós, uns mais outros menos, tememos a  cruz, a cruz nos assusta, fazemos tudo para nos esquivar dela, mas não tem jeito, a cruz é inevitável na nossa vida, principalmente na vida de um seguidor de Jesus!
O evangelho de hoje, vem afirmar que é impossível permanecer com Jesus, se não aceitarmos o desafio da cruz! Foi o que aconteceu com vários discípulos que abandonaram Jesus, quando souberam que no seguimento a Ele estava incluída a cruz.
Muitos, queriam ficar com Jesus, mas o Jesus da multiplicação dos pães, um Jesus que lhes possibilitaria uma vida fácil, e não, o Jesus que passaria pela cruz!
Mesmo tendo dito: "O meu Reino não é deste mundo", o povo não entendeu, que Jesus não buscava a glória dos homens e sim, a glória do Pai, os mesmos que queriam proclama-lo como Rei, logo após o episodio da multiplicação dos pães, o abandonou, quando Ele disse: “Eis aqui o pão que desceu do céu, quem dele comer viverá eternamente. E o pão que eu darei é a minha carne dada para a vida do mundo” (Jo6,51). Estas palavras de Jesus, que já prenunciavam o findar de sua trajetória terrena, foram recebidas pelo povo como sendo palavras duras demais! 
E nós, será que  não recebemos essas palavras de Jesus, da mesma forma que aquele povo? A nossa opção por Jesus tem que ser radical: estar com Ele para o que der e vier, do contrário, faremos como aquele povo, abandonamos Jesus no meio do caminho, perdendo assim, a oportunidade do encontro com o Pai!
Jesus perguntou aos doze discípulos, os únicos que permaneceram com Ele até aquele momento: “Vós também quereis ir embora? Pedro respondeu em nome dos doze: “A quem iremos, Senhor? “Tu tens palavras de vida eterna.”
Hoje, talvez Jesus nos faria uma pergunta semelhante, talvez Ele nos perguntasse: e vós, quereis permanecer comigo, na pessoa do irmão? A nossa resposta, certamente não chegaria a Ele, tão imediata como a resposta de Pedro, pois esta resposta, não tem como dar com palavras, e sim, com as nossas atitudes do dia a dia!
“Ninguém pode vir a mim a não ser que lhe seja concedido pelo Pai”. É o Pai quem nos concede o dom da fé e é a fé que nos leva ao Filho que concomitantemente, nos faz chegar ao Pai!
No nosso seguimento a Jesus, mais importante do que entender as suas palavras é acatá-las sem questionamentos, pois Jesus é soberano, Ele sabe o que é bom para nós, Ele é o Senhor da nossa vida, questionar os seus ensinamentos, é impor condições para segui-Lo, postura não compatível com quem professa a sua fé em Jesus.
Diante de qualquer exigência de Jesus, devemos nos comportar como uma criança que obedece aos seus pais, mesmo não entendendo  suas exigências.

Comer e beber de Jesus na Eucaristia, é comer e beber do seu ideal!

FIQUE NA PAZ DE JESUS - Olivia Coutinho

Um comentário:

Mariano Silveira disse...

DEUS te abençoe e te ilumine. Obrigado p/ reflexão.

Postar um comentário