.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

quinta-feira, 12 de abril de 2018

“A PAZ ESTEJA CONVOSCO!”- Olivia Coutinho

 3º DOMINGO DA PÁSCOA
 Dia 15 de Abril de 2018
 Evangelho de Lc24,35-48
 
Estamos vivendo o tempo Pascal, um tempo forte, que nos abre à luz de Cristo, quando vivemos de maneira intensa as alegrias da fé impregnados no  amor do Cristo ressuscitado!  
“O Mistério Pascal é de tal importância na vida litúrgica da Igreja e na vida e atividade apostólica de todos os redimidos pelo Sangue de Cristo, que a sua celebração se prolonga por cinquenta dias, número cheio de significado, pois exprime a plenitude da salvação definitivamente alcançada por Jesus Ressuscitado e por Ele oferecida aos homens”.
A ressurreição de Jesus, é um acontecimento  tão marcante na vida do cristão, que não  deve  ser vivido somente nestes dias em que a igreja nos oferece a oportunidade de mergulharmos no mistério do amor do Pai através da riqueza da liturgia deste tempo. Devemos atualizar este acontecimento no nosso dia, com as nossas atitudes.
O evangelho deste terceiro Domingo da Páscoa narra mais uma aparição de Jesus, o que aconteceu, no momento em que os dois discípulos de Emaús comentavam com os demais, a experiência que fizeram  com o Cristo Ressuscitado, no caminho para  Emaús. Enquanto  conversavam, Jesus  aparece no meio deles e os saúda dizendo:” A paz esteja convosco!” Assustados, eles chegam a pensar que se tratava de um fantasma, um sinal de que ainda havia muitas dúvidas em seus corações! E mesmo depois de terem vistos, as marcas da cruz nas mãos e nos pés de Jesus, os discípulos continuavam com dificuldades em acreditar no que estavam vendo, afinal, tudo aquilo que eles presenciavam, era grande demais para a compreensão  deles, que acabaram de ver Jesus morto numa cruz!
Mesmo diante a dificuldade dos discípulos em compreender tudo aquilo, Jesus não os repreende, pelo o  contrário, os compreende, e numa atitude de amor, abre-lhes  a mente, possibilitando-os a entenderem as Escrituras, e a partir daí, se tornarem testemunhas de sua ressurreição, fato que as autoridades queriam abafar.
Neste encontro com os discípulos, Jesus transmitiu- lhes a sua paz! Foi a paz de Jesus que os  fortaleceu, que os libertou do medo que os mantinha presos! Esta mesma Paz, hoje chega a até a nós, quem abraça esta paz, tem no olhar, o brilho do Ressuscitado!
Hoje, somos nós, os convocados a dar testemunho da Ressurreição de Jesus, munidos da sua  paz, podemos dar testemunho desta verdade, em qualquer circunstancia sem medo das consequências.
A paz de Jesus é diferente da suposta paz que o mundo nos oferece através de armas, a paz de Jesus, é fruto da sua ressurreição, é  a paz que veio da  cruz, uma paz que nos aquieta e ao mesmo tempo nos inquieta, que  nos faz sair de nós mesmos para irmos ao encontro do outro!
A paz do Cristo Ressuscitado, é o ponto de partida  da nossa caminhada de fé, quem vive verdadeiramente esta paz, não se curva diante os desafios da missão.
A paz de Cristo é o cumprimento do cristão!
A paz de Cristo esteja com você: meu irmão e minha imã! 
Olívia Coutinho

PARA OUVIR ESTA REFLEXÃO É SÓ CLICAR NA FOTO

Um comentário:

José Efigênio Pinto disse...

Olivia; DEUS te abençoe e a todos desta equipe iluminada por Deus. Um grande abraço a todos.

Postar um comentário