.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

“AMARÁS O SENHOR TEU DEUS DE TODO O CORAÇÃO...” – Olivia Coutinho


30º DOMINGO DO TEMPO COMUM
 
Dia 29 de Outubro de 2017
 
Evangelho de Mt22,34-40
 
O amor de Deus por nós, revelado pelo o seu Filho na cruz, nos tornou  livres, portadores de uma paz interior, capaz de transformar trevas em luz!
Vamos respondendo, a este amor de Deus,  à medida da nossa obediência aos  seus mandamentos, que tem como chave, o mandamento do amor! 
Quem vive no amor, vive de acordo com a vontade de Deus, realiza o seu projeto de vida nova, nos apresentado por Jesus.
A nossa identidade, o que nos distingue como cristão, é a nossa vivencia no amor!
No evangelho que a liturgia de hoje nos convida a refletir, Jesus, em resposta a uma pergunta de fundo maldoso de um fariseu, nos aponta o caminho que devemos percorrer, se queremos de fato, chegar ao coração do Pai, que é, o caminho do amor! Caminho este, que às vezes pode nos parecer difícil, mas nunca intransponível, pois o amor, quando verdadeiro,  rompe barreiras, quebra muralhas!
O texto vem nos despertar, sobre a importância da escuta da palavra de Deus, o amor a Deus e ao próximo, passa por esta escuta, afinal, não tem como amar a Deus, sem o conhecimento da sua palavra, sem saber o que Ele quer de nós e para nós!
Quando Jesus insiste em nos falar do mandamento do amor, é porque de fato, o amor realiza-nos, fortalece-nos, é caminho para o céu!
O amor a Deus e ao próximo estão interligados, são as raízes de todos os outros mandamentos! É amando ao próximo, que amamos a Deus, ai está, o resume de toda lei, o verdadeiro sentido da vida!
O amor desejado por Deus é um amor sem fronteiras, um amor que não impõe condições, que brota do coração, na total gratuidade! Para concretizarmos, este seu desejo, é preciso, que nos amemos primeiro, pois ninguém consegue transmitir amor, se não o tem, por si mesmo, afinal, ninguém pode dar ao outro, o que não tem! 
O próprio Jesus já nos diz “Amarás o teu próximo como a ti mesmo.” Isto é: devemos amar o outro, como amamos a nós mesmos.
O mandamento do amor supera todas as leis, todos os outros mandamentos, ou seja, quem ama, não prejudica o outro!  
Não pode haver sintonia entre o homem e Deus sem a vivência do amor, e o que Jesus nos pede sempre, é que amemos uns aos outros, como Ele nos ama! 
O nosso amor ao próximo, é confirmação, do nosso amor a Deus!
Querer o bem do outro, independente de suas atitudes para conosco, é amar do jeito de Jesus, é amar gratuitamente, sem esperar por recompensa, é  nisto, que consiste o verdadeiro amor.
Quem ama como Jesus nos ama, tudo que mais quer, é fazer a vontade de Deus, fazendo bem ao outro! Quem vive assim, vive em sintonia com Deus, realiza a sua vontade.
Não basta falar de amor, é preciso viver o amor! Com palavras bonitas, longas orações, não damos testemunho do nosso amor a Deus, e sim, com as nossas atitudes de amor para com o próximo!
Quem ama verdadeiramente, ama com o coração de Deus, é capaz de abraçar neste amor, até mesmo o inimigo!
O amor Divino é a fonte que irriga o amor humano, no qual encontramos o modelo de perfeição, que é Jesus: totalmente homem, totalmente Divino! 
Podemos até não ter todos os bens materiais que desejamos, mas amor, todos nós podemos ter, basta-nos espelhar em Jesus, esvaziando de nós mesmos para nos encher da graça de Deus.
O amor a Deus, concretizado no amor ao próximo, é caminho de santidade.

FIQUE NA PAZ DE JESUS! – Olívia Coutinho
Venha fazer parte do meu grupo de reflexão no Facebook:

2 comentários:

Educação e Mídias disse...

Obrigada pela linda reflexão!

Anônimo disse...

Muito bem explanado o Evangelho do dia, vai de encontro com toda filosofia Cristã, principalmente com as cartas de Paulo aos Corintos.....

Postar um comentário