.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

domingo, 22 de dezembro de 2013

NATAL DO SENHOR - José Salviano

NATAL DO SENHOR

 MISSA DO DIA de NATAL

  
Evangelho - Jo 1,1-18

(Missa do dia 25)

A palavra se fez carne e habitou entre nós.

         No princípio era a Palavra, e essa  Palavra estava com Deus que sempre existiu, e a Palavra era a pessoa do próprio Deus.  O fenômeno da vida estava na palavra , e a vida era a luz dos homens.
            E eis que a Luz brilha nas trevas. Surgiu um homem enviado por Deus; Seu nome era João, ele não era a luz, mas  veio para anunciar e dar testemunho dessa mesma Luz e assim, para  que todos chegassem à fé e à salvação através do brilho dessa Luz que iluminou as mentes dos homens e mulheres de boa vontade. E eis que de repente  a Luz da palavra estava presente no mundo. Ela estava entre nós, mais infelizmente grande parte do mundo não quis conhecê-la e reconhecê-la.  A Luz que veio para os que eram escolhidos, descendentes de Abraão, não foi acolhida por todos eles.  Mas todos que com humildade reconheceram e receberam a Luz, receberam, ganharam de presente a capacidade de se tornarem filhos de Deus. E isto só acontece aos que acreditam em seu nome. Aqueles que têm fé, os que não nasceram da violência, do sangue, aqueles e aquelas que não são frutos do prazer pelo prazer, que não nasceram da vontade da carne, mas sim da vontade de Deus, esses são filhos de Deus!
            O significado do mistério do Natal  está no fato de  Deus ter vindo habitar entre nós. Assim temos: A Palavra que se fez carne , se manifestou aos homens e mulheres, anunciando  a Boa Nova. São palavras de vida eterna. É uma palavra que se abre a todos sem exceção, convidando-os a participar da vida do Reino, e a viver segundo o espírito para poder um dia merecer o prêmio da morada na Casa do Pai. "Em minha casa há muitas moradas".  Essa palavra que revelou as profundezas do amor de Deus para com todos os habitantes do Planeta Terra de antes e depois da vinda do Filho eterno e Salvador. Esta palavra nos revelou o profundo amor de Deus, sua infinita misericórdia,  sua paternidade e sua profunda ternura para com a humanidade.
            Jesus veio ao mundo como uma Luz para iluminar os caminhos escuros dos homens e das mulheres. A Luz que nos mostra o caminho para que não tropecemos nas pedras que são as tentações espalhadas por todo o trajeto da estrada da nossa vida terena. A Luz é o bem, palavra de salvação. Enquanto a escuridão é o mal, a mentira, o egoísmo e a maldade que reside nas mentes das pessoas contaminadas pelos meios de comunicações, e ameaçadas  pelo mal organizado. A luz é o clarão que ilumina as trevas da nossa caminhada para que percebamos a tempo de evitar, se possível, que o mal se instale em nossas vidas e destrua principalmente a nossa alma, a nossa fé, e a esperança da salvação, como está acontecendo com muitos que de forma descuidada, não percebem a chegada da escuridão e são tomados por ela, e passam a viver segundo a carne, segundo a violência segundo o puro egoísmo, e por isso estão se debatendo no fundo do poço sem conseguir sair dele!...
            Isso está acontecendo porque infelizmente esta Luz não penetra nas mentes daqueles que tomaram o caminho das trevas. São como cegos que não querem enxergar o caminho iluminado, o caminho certo. E o pior cego é aquele que não quer ver. Desta forma, vemos tantos jovens seguindo o caminho da mentira, do viver o momento apenas, os caminhos das baladas, das noitadas sem limites com muita embriaguês que acabam em pecados graves, em crimes bárbaros, ou tragédias como incêndios que matam muitos em poucos minutos. Esta é a colheita da escolha feita pelos nossos jovens, influenciados pela onda do momento, pelos amigos, pela moda, ou pela mídia.
            O Natal nos mostra a chegada da Luz que ilumina os nossos passos enquanto estamos nesta vida. Que Deus nos livre da cegueira espiritual, a qual nos impede de seguir a claridade das palavras de Jesus, que nos faz evitar os tropeços da caminhada, e assim cheguemos no final da nossa existência preparados para embarcar na segunda fase da vida, rumo ao bem eterno.
            Prezados irmãos e irmãs. Andar na luz é seguir Jesus, é  tentar encontrá-lo, é se esforçar para guardar os seus mandamentos, praticando-os e ensinando-os pelo nosso modo de viver, e pela evangelização. Andar na Luz é deixar que Deus dirija os nossos passos, nossos pensamentos, nossas emoções, nossas decisões, enfim, a nossa caminhada terrena.
            Ao contrário, a escuridão é a rejeição de Jesus, de seus ensinamentos e a negação da pessoa do nosso irmão, principalmente  os carentes que precisam da nossa ajuda.
            O Natal convida-nos renovar o nosso relacionamento com Deus e com o mundo. O nosso relacionamento  com Deus e com os nossos irmãos, revendo as nossas amizades, a nossa caridade, a nossa espiritualidade, e a pensar na possibilidade de anunciar a boa nova ao mundo decadente e carente de paz, de fraternidade, de salvação, sedento da palavra de Cristo, porque é um mundo que está vivendo sem Deus, e por isso está sofrendo as consequências, pelo domínio do mal em todos os setores da sociedade.  E estamos vivendo esta triste situação, porque aqueles que deveriam combater o mal, aqueles que deveriam combater o roubo, a corrupção, também roubam, e são corruptos.
            O resultado disso é a revolta dos favelados, dos desempregados, dos excluídos, que ateiam fogo nos caminhões, nos ônibus... E os setores da sociedade que exercem o Controle Social, parecem estar impotentes para coibir tais absurdos!
            Que mundo é esse? Que pais é esse? Que vida é essa?  Com toda certeza não é a vida que Jesus nos prometeu. Ele nos prometeu vida em abundância.  E isso significa uma vida onde não haja tanta distância social entre os ricos e os pobres. Isso é igual a afirmar também, que aqueles que estão no comando desta sociedade deveriam ser os primeiros a dar o bom exemplo.
            As fábricas estão precisando de profissionais qualificados. Mas nas escolas, as quais representam a micro-sociedade, os jovens deveriam aprender também os valores essenciais da vida. Nelas, o educando deveria ser preparado para a vida. Mas infelizmente, as nossas escolas, em vez de oferecer um ensino técnico profissionalizante,  na realidade não estão ensinando praticamente nada de útil para a vida dos nossos jovens. Pelo contrário, os alunos em vez de serem preparados para um vida digna, estão sendo preparados para a morte precoce das balas perdidas, das execuções, e do salve-se quem puder. Os nosso alunos aprendem no convívio com outros jovens, é serem libertinos, sem limites, e violentos. Pois as escolas estão obsoletas e  invadidas pelo crime da macro-sociedade.
            Mas não desanimemos. Pois aqueles que continuarem firmes até o fim, serão salvos!  Não basta continuarmos firmes defendendo a nossa pele, sem nos importar com os demais.  Se somos imitadores de Cristo, precisamos nos empenhar em buscar uma saída para salvar este mundo!  E esta saída está na PALAVRA DE DEUS QUE VEIO AO MUNDO ATRAVÉS DO MENINO JESUS!
FELIZ NATAL!
Apesar de tudo isso! Depositemos a nossa confiança no criador. Ele não vai nos abandonar!

José Salviano

Um comentário:

Anônimo disse...

Muito bem Salviano. Ótimo e muito feliz seu comentário.
O Nosso Criador lhe conceda sua saúde e lhe dê muitos anos de vida e sempre motivado para oferecer aos seus internaltas suas homilias da maneira inteligente como você sabe fazer.
Feliz Natal a você e a todos que compôem essa equipe do bem.

Postar um comentário