.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

domingo, 12 de junho de 2016

-Não enfrenteis quem é malvado!-José Salviano

13 de Junho

Evangelho - Mt 5,38-42


Todos nós, por mais santos que sejamos, todos temos inimigos. Até o Papa? Sim. Os seus inimigos são os inimigos da Igreja. Os inimigos dos que seguiram o caminho do Evangelho, são todos aqueles que seguiram o caminho contrário.
Jesus hoje no diz que não devemos enfrentar os malvados, não devemos enfrentar os nossos inimigos, usando a mesma arma que ele usa contra nós. Pois assim estaremos demonstrando que o estaremos imitando, que ele é o nosso mestre em violência, que ele é quem sabe das coisas.
O nosso Mestre é Jesus. E Ele nos diz para andar dois quilômetros, quando um malvado nos obrigar a andar um.
Jesus nos disse para dar a outra face, quando alguém nos bater na cara.  Porém, é verdade que que no dia em que o soldado bateu na sua face, Ele, Jesus, perguntou: por que me bates? Naquela ocasião, Jesus em vez de mostrar o outro lado para que o soldado batesse mais, Ele mostrou a outra face da moeda, dizendo mais ou menos assim: Se eu só fiz o bem, então porque me bates?
Às vezes ou quase sempre, precisamos mostrar a outra face da moeda aos nossos agressores, podemos dizer a eles, sem violência como eles o fazem, que o nosso agir não está errado. Então, porque eles nos agridem?
A nossa atitude de não violência, de não responder a uma agressão com a mesma moeda, do mesmo jeito que fomos atingidos, desarma os nossos agressores, de modo que num futuro bem próximo, eles poderão cair na realidade dos fatos, na crueldade do seu modo de agir, se arrepender, e até, quem sabe, chegar à conversão.
Vingança gera mais violência, e a coisa pode terminar em morte, incêndio, cadeia.
Aquele ou aquela que tomou a iniciativa de nos prejudicar, de nos maltratar, de nos perseguir ou mesmo de nos agredir fisicamente, não o fez por vingança, mas sim, por algum problema mental, por um impulso malvado, por uma grande tentação do demônio, ou por se sentir acuado, ou coisa desse tipo. Ao contrário, quando nós retribuímos com a mesma força, com as mesmas armas, estamos sim, agindo por VINGANÇA.
E, é claro, que o agressor não vai deixar por menos, e como não tem nada a perder, poderá nos agredir de forma fatal e terminal, causando a nossa morte. Em outras palavras, não enfrentemos os malvados pois eles não têm nada a perder. Nós temos. Temos a nossa família, a nossa vida, e principalmente, temos uma alma para ser salva.
Amemos uns aos outros, até os nossos inimigos. Foi Jesus quem disse isso. Ele recomenda para que rezemos pelos nossos inimigos. Isso não é fácil para muitos. Mas para Deus nada é impossível. E quando o seguimos, também conseguiremos fazer coisas incríveis!

José Salviano.
  


2 comentários:

Natalie disse...

Após essa reflexão, ficou claro para mim que ao sermos agredidos o que significa dar a outra face.
Obrigado
Gilson.

Natalie disse...

Após essa reflexão, ficou claro para mim que ao sermos agredidos o que significa dar a outra face.
Obrigado
Gilson.

Postar um comentário