.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

segunda-feira, 27 de junho de 2016

Nova mentalidade do Evangelho-Helena Serpa

02/07/16 - Sábado XIII semana comum ‘– Amós 9, 11-15 – “Somos nós os construtores do reino”

Deus quer nos reconstruir, consertando os estragos que o mundo tem feito em nós, por isso, somos hoje a tenda de Davi em ruínas, necessitados de conversão e restauração.  Tudo o que tem escrito nesta profecia de Amós para o povo de Israel é promessa de Deus para nós também, hoje no tempo atual da nossa vida!  Através de nós e da nossa convivência familiar e social, Ele quer estabelecer a unidade no meio da diversidade: “seguirão de perto quem ara e quem ceifa, o que pisa as uvas e o que lança a semente”!  Sim, o projeto de Deus para nós é de restauração e reconstrução do nosso ser de uma maneira integral, corpo, alma e espírito mudando completamente a nossa sorte, isto é, a nossa perspectiva de vida. O Senhor promete nos reconstruir e nos capacitar para que estejamos aptos a vivermos uma vida de abundância, desde já aqui na terra.  Se, nos abrirmos a esta obra divina a consequência será a paz que reinará nos nossos corações. Deste modo, nós nos sentiremos firmes na terra nova que o Senhor nos estabeleceu, usufruindo das virtudes e dos dons com que fomos presenteados, dando frutos de amor no meio onde vivemos. No entanto, precisamos dizer sim a Deus, precisamos deixar as obras do homem velho e nos apossarmos do homem novo cheio do Espírito Santo. Precisamos descobrir a ação de Deus a partir dos nossos relacionamentos e é dentro da nossa casa, com a nossa família, que Deus deseja nos formar no amor, na verdade e na justiça.    Você já sente em si os sinais desta reedificação que Deus quer fazer? – Como estão os seus relacionamentos na sua família, na comunidade e na sociedade? – Você já admite que as outras pessoas possam ser diferentes de você? – Você aceita o outro como ele é?

Salmo  84 – “O Senhor anunciará a paz para o seu povo”

“A verdade e o amor se encontrarão, a justiça e a paz se abraçarão ”  isto é o que reza o salmo 84. O homem novo tem coração e mentalidade novos. A paz de coração é a marca que identifica todas as pessoas que sentem o amor de Deus. A certeza de que Ele é bom e que providencia para nós coisas boas, nos fará continuarmos firmes na fidelidade à vivência da Sua Lei.

Evangelho – Mateus 9, 14-17   “ nova mentalidade do Evangelho”
O novo mandamento do amor que Jesus veio nos trazer só é acolhido por um coração renovado, que tenha experimentado de uma forma diferente o amor misericordioso do Pai. Os discípulos de Jesus partilhavam com Ele de todos os eventos com alegria e submissão à Sua vontade e aos Seus ensinamentos. Eles estavam sempre perto de Jesus e usufruíam da Sua presença e da Sua companhia, com alegria e disposição. Por isso, não havia clima para jejuar, nem precisavam disso.  Estar perto de Jesus faz com que também aprendamos com Ele sobre as coisas do alto e as revelações do Pai por isso, precisamos perceber que Ele veio dar sentido a todas as nossas ações em qualquer esfera da nossa vida.   Jesus, neste Evangelho nos ensina a praticar os atos religiosos de coração, e não por obrigação.  Para os cristãos o jejum deve ter um significado de vida e de alegria, pois é uma prática que deve nos levar ao contentamento pela oferta que fazemos a Deus. Há que se ter uma causa nobre e sincera para que pratiquemos o jejum e o sacrifício. Não nos basta jejuar somente por jejuar, sem um motivo que toque o nosso coração.  Deus nos conhece e sabe das nossas motivações, portanto quando jejuarmos devemos fazê-lo com muita disposição e por amor, sem lamentos   nem justificativas. De que adiantará jejuar se o nosso coração não está contrito no sacrifício? Um coração ressentido, vingativo, revoltado não consegue amar nem fazer nada por amor.  O remendo novo em pano velho, assim como o vinho novo em odres velho, significa a mentalidade com que apreendemos os ensinamentos de Jesus.  O vinho e o remendo são a maneira de pensar e de viver. O odre e o pano representam o nosso coração que acolhe a novidade do Evangelho de Jesus que prega o Amor e a misericórdia. As pessoas que têm Deus em conta de um juiz castigador e exigente, nunca poderão entender o Seu Amor Eterno, que ama sem explicações e sem motivos. Portanto o que Jesus nos pede é o nosso coração em sintonia com a mentalidade de Deus que tem o Amor como primeira regra. O nosso coração só estará em paz e contrito quando nos dispusermos a aceitar o Evangelho como um vinho novo que vem dar nova alegria e novo sentido à nossa vida.  - Qual é a sua intenção quando pratica o jejum ou faz algum sacrifício? - O seu coração se alegra ou se entristece?_- Você já tem um coração renovado capaz de compreender as consequências do amor?- Você é uma pessoa que sabe curtir o momento presente como um presente de Deus?



2 comentários:

Anônimo disse...

JESUZ MANSO E HUMILDE DE CORAÇAO FASEI O NOSSO CORAÇAO SEMEHLANTE AO VOSSO,SO COM A TUA FORÇA MEU JESUS CONSEGUIREMOS AMAR O NOSSOS IRMAOS COMO VOZ PEDE.

Mariano Silveira disse...

Muito OBRIGADO p/ reflexão. DEUS te abençoe.

Postar um comentário