.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

segunda-feira, 13 de junho de 2016

O Pai que está no céu!-Helena Serpa

16/06/2016 – 5a. Feira – XI Semana do tempo comum -  Eclesiástico 48, 1-15 – “ poder para fazer cair “fogo do céu” “
Assim como aconteceu com Elias, cada um de nós é chamado por Deus, com as nossas características, com os nossos dons naturais, conforme o que foi designado para o cumprimento da nossa missão. E quando atendemos ao Seu apelo, Ele derrama sobre nós uma graça especial e manifesta o Seu poder fazendo com que a sua glória seja conhecida por meio dos nossos feitos.     A vida profeta Elias foi uma verdadeira demonstração do poder de Deus realizando prodígios, milagres e grandes feitos em Nome do Senhor, os quais ainda hoje são comentados. A sua passagem para a outra vida aconteceu de maneira extraordinária sendo ele arrebatado num turbilhão de fogo. Nós também temos a oportunidade de viver as nossas experiências de vida assumindo o poder de Deus e testemunhando ao mundo as proezas que Ele realiza por nosso intermédio. O poder do Espírito Santo se manifesta de maneira eficaz quando obedecemos à Sua Palavra e a proclamamos com a nossa vida. Assim, também nós profetizamos e temos autoridade para fazer cair “fogo do céu”. Em nós e através de nós, nos pequenos detalhes da nossa caminhada, também acontecem coisas impossíveis de acreditar, pelo fogo do Espírito Santo de Deus.  Se todas as coisas que fizermos estiverem ajustadas ao Plano de Deus, se confiarmos nas Suas promessas e fizermos a nossa parte aproveitando a graça que recebemos para gerar frutos de conversão e de justiça, com certeza, nós também teremos o nosso nome lembrado por aqueles que nos sucederem. Mesmo que tenhamos pouco tempo de vida, este já será suficiente para que a nossa história seja escrita e as nossas ações tenham repercussão e sirvam de exemplo para as gerações futuras. - Você lembra de algum antepassado seu ou pessoa sua conhecida que tenha deixado boas ações? - O que você poderá deixar de mensagem para os que veem depois de você? – Você tem manifestado o poder e a glória de Deus aqui na terra?

Salmo 96 –  “Ó justos, alegrai-vos no Senhor!”
O Salmo conclama todos os justos a se alegrarem no Senhor. Justo é aquele que vive conforme a vontade de Deus e ajustado ao Seu Plano. Deus é um rei presente, e digno de toda a nossa adoração. Ele mora no nosso coração e nos conhece no mais íntimo do nosso ser e sabe do que precisamos. Não podemos perder o tempo precioso da nossa vida adorando ídolos de barro que não têm nenhum poder. Que a nossa alegria seja a marca registrada da força do Senhor agindo em nossa vida, por isso, alegremo-nos no Senhor!

Evangelho – Mateus 6, 7-15  - “ O Pai que está no céu!”

Deus é o nosso Pai, e não apenas nosso Criador, por isso, não precisamos usar de muitas palavras para que Ele nos atenda em nossas necessidades. Neste Evangelho Jesus nos ensina a   conversar com o Pai com a confiança de filho e nos motiva a que sejamos objetivos nas nossas súplicas não desejando por força das nossas muitas palavras que a nossa vontade aconteça.  Precisamos, no íntimo do nosso coração, orar com o Pai Nosso, que é a oração mais perfeita e mais completa. Cada parte do Pai Nosso, expressa uma necessidade do nosso ser.  É a oração que, objetivamente, nos leva a reconhecer que Deus é Pai e que Seu Nome é Santo, nos motiva a louvá-Lo e ter compromisso com a Sua vontade, implorando pelas nossas necessidades do dia a dia mas, principalmente, pedindo o perdão para as nossas faltas com a garantia de que também perdoemos, os nossos irmãos e irmãs.  Jesus nos convida a pedir o pão para prover as nossas carências a cada dia da nossa vida. O pão que alimenta o nosso corpo, mas também, o pão que nutre a nossa alma, o pão da Palavra, o pão da Eucaristia, o pão da Oração que nos fortalecem e nos exercitam a fim de que possamos receber e oferecer o pão do perdão. Perdão de Deus para nós e o nosso perdão aos homens, nossos irmãos, pois somos filhos do mesmo Pai. Finalmente, Jesus nos ensina a pedir pela nossa maior necessidade em todos os dias: não cair em tentação do pecado e nos livrar do mal que é o demônio, inimigo de Deus. Assim fazendo, a nossa oração, tornar-se-á um eco da Oração que Jesus também fez a Deus Pai dando-nos motivação para que possamos vivenciá-la no dia a dia da nossa vida.  - Você já prestou bem atenção com que coração   tem rezado o Pai Nosso?     Você já experimentou rezar o Pai Nosso “do jeito” que Jesus nos ensinou? – Experimente fazê-lo, hoje, meditando em cada palavra e juntando a palavra à sua ação.  – Você deseja o perdão de Deus? – Você perdoa também a quem o (a) ofendeu? – Você tem glorificado o Nome de Deus com os seus pensamentos, palavras e ações? 

4 comentários:

José Maria Nascimento disse...

Obrigado!!!

Anônimo disse...

Muito bom e importante seus cometários.

Anônimo disse...

Eu todos os dias faço a leitura do dia e complemento com os cometário dessa equipe para complementar meus ensinamento e por em prática muito obrigado, que o Senhor Deus continue derramando benção a todos na Paz de Cristo, Jair Ferreira.

Anônimo disse...

MEU SENHOR E MEU DEUS EU CREIO MAIS AUMENTAI A MINHA FE.OBRIGADO SENHOR PORQUE ES BOM E ETERNA E A TUA MISERICORDIA.PRECISO SENHOR SER TOCADO POR TUA SANTA PALAVRA QUE UM DIA TODAS AS PESSOAS SEJAM VERDADEIRAMENTE TOCADAS POR ESSE AMOR INFINITO.

Postar um comentário