.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

-JESUS TRANSFIGURADO-José Salviano

2º DOMINGO QUARESMA
21 de Fevereiro de 2016 – Ano   C

1ª Leitura - Gn 15,5-12 17-18


Salmo - Sl 26,1.7-8.9abc.13.14 (R. 1a)

2ª Leitura - Fl 3,17-4,1

Evangelho - Lc 9,28b-36




PRIMEIRA LEITURA
O texto nos fala do acordo de Deus com Abraão, que ficou conhecido com o nome de Aliança.  Deus promete, e Abraão acredita, confia e segue o seu novo destino. Façamos nós o mesmo. Confiemos em Deus e o nosso destino será outro.

SALMO
         O mal avança com força assustadora. Os fortes se juntam contra os fracos. O trabalhador é despedido sem justa causa e quando vai recorrer seus direitos percebe que o campo está minado! Descobre que o poder do dinheiro é mais forte que a justiça a que ele tem direito.
         Só lhe resta suplicar pelo socorro do Alto, que não o desampara. A justiça de Deus nunca falha. Você até pode perder. Mas o Pai tem o poder de transformar a sua derrota em vitória, só Ele pode tudo, só Ele pode mudar a sua vida! Mas você precisa recorrer ao seu amparo, seu socorro, sua justiça sua proteção constantemente! 

SEGUNDA LEITURA
         Amigos. Hoje Paulo nos lembra de que Deus tem o poder de nos transformar, porque Ele transformará o nosso corpo humilhado
e o tornará semelhante ao seu corpo glorioso...
 
Mas para que isso aconteça, é necessário que O deixemos guiar os nossos passos, é necessário que sejamos cidadãos do Céu! É preciso que sejamos cidadãos da luz e não das trevas!  É preciso caminhar sob a Luz que vem do alto e viver segundo o Evangelho. Comer e beber com moderação. Comer par viver, e não viver para comer. É necessário desfrutar os prazeres da carne com moderação, com a bênção dos ministros da Igreja, e não como animais irracionais, de forma insaciável, e sem considerar as consequências que inevitavelmente sempre vêm.
Ciúmes, tragédias, doenças sexualmente transmissíveis, AIDS, vergonha na família, escândalo na Igreja, entre muitas outras consequências.
Continuais firmes no Senhor, diz o inspiradíssimo Paulo. E para continuarmos firmes no Senhor, façamos o que o próprio Filho de Deus fazia. Embora sendo Ele o próprio Deus, sempre se retirava a lugares reservados para falar com o Pai, para orar.
A oração tem poderes! Recorramos a ela para nos modificar. Para transformar a nossa existência sofrida, em uma vida alegre de quem recebe as graças prometidas por aquele que quer a nossa salvação. Pedi e recebereis. Batei e a porta abrirá. Peça com insistência, com FÉ! Reza todo dia, toda hora. Com palavras e com o pensamento. Reza com atitudes: Trabalho, leitura e meditação, caridade, dedicação, perdão, tolerância, humildade, gentileza, acolhimento, aceitação, sinceridade, carinho, correção fraterna, ajuda mútua, etc.

EVANGELHO
A transfiguração de Jesus foi uma amostra de como Ele iria ficar depois da ressurreição, após sofrer o martírio de cruz. Nós também vivemos nesta vida experimentando muitas dores, sofrimentos, perigos, mas somos destinados à transfiguração. Somos candidatos a ela. A nossa transformação total não está garantida, mas apenas prometida. Pois ela depende de nós. Depende de como agimos, de como reagimos diante de tantas solicitações do nosso meio ambiente social, e do nosso interior: mente e corpo. Depende de como usamos os dons que recebemos de Deus: Beleza física, inteligência, saúde, a liberdade, e a própria sexualidade.  Para que um dia sejamos mudados para melhor, precisamos usar de forma apropriada, a nossa liberdade.  Deus nos criou livres, e Jesus nos mostrou o caminho a ser seguido, e nos convidou a segui-lo. Seguir seus exemplos, seguir seus ensinamentos. 
Veja. Jesus apenas nos convidou. Ele não nos obrigou a nada. E é aí que mora o perigo. Pois muitos, baseando-se nesta desobrigação de ser justos e honestos, seguem o caminho que bem lhes apetecem: Matando, roubando, destruindo a natureza deixada por Deus, numa verdadeira atitude de terrorismo social ambulante. Esses escolheram viver no pecado e pelo pecado.
E viver no pecado é viver desfigurado! O rosto do pecador fica sem o brilho que só a graça santificante produz. Quem cometeu pecado fica sem jeito de estar no meio das pessoas santas da comunidade. É como se estivesse andando sem roupa pela rua, na multidão. É uma sensação de que todos estão vendo os seus pecados estampados em seu rosto! O estado mental de quem está no fundo do poço, de quem cometeu pecado, é: de vergonha, sentimento de culpa, desânimo, tristeza e infelicidade, e o seu riso é sem nenhuma graça! É o filho pródigo desejando voltar para a casa do pai.
Se você hoje está se sentindo assim, pare, pense, ou aguarde a oportunidade de reverter esse quadro. Planeje a reconciliação com Deus, peça a Ele que o reconduza a conversão através de uma boa confissão e absolvição dos seus pecados, a qual irá transfigurar o seu rosto, e aquela sensação de que estava nu, mudará para a impressão de estar vestido de roupas brancas sem nenhuma mancha... Então. O que você está esperando? Não permaneça mais nem um minuto no fundo do poço! FICAR ASSIM É SE CANDIDATAR A UMA DEPRESSÃO PROFUNDA! Continuar adiando sua conversão é se tornar presa fácil do diabo, que o conduzirá por meios de propostas enganosas, a viver no pecado, e morrendo irá para o fogo eterno, onde haverá choros e ranger de dentes!  
A transfiguração foi uma antecipação do que aconteceria ao Filho de Deus depois do seu martírio.  A transfiguração foi uma demonstração da nossa eternidade, junto a glória de Deus.
E os apóstolos gostaram do que estavam vendo e vivendo no momento da transfiguração de Jesus, ao ponto de não querer mais sair dali, sair daquela experiência.  Nós também quando estamos vivendo bem, quando somos ricos, famosos, ou desfrutando de grande forma física, ficamos acomodados e achamos que essa vida nunca acabará. E então somos tentados a parar no tempo, a não nos preocupar com a outra vida que virá após a morte. A vida que terá duas opções: Inferno ou Céu. Portanto, para que não caiamos no fogo eterno, precisamos nesta vida nos preparar para merecermos o Paraíso. 
Jesus, levando consigo os discípulos e subiu ao monte para rezar, porque Ele sabia o valor e a importância da oração.  Ele disse: vigiai e orai a todo instante. Mas nós sabemos que muitas das nossas orações são feitas de qualquer jeito, sem mesmo prestar atenção no significado das palavras que pronunciamos, ou pensamos.
É por isso que precisamos fazer pelo menos uma vez por dia, uma oração FORTE, PROFUNDA, digna da presença de Deus.
ASSIM: Com os olhos fechados, bem concentrado, e com a mente sintonizada diretamente em Deus, INVOQUEMOS A TRINDADE SANTA. É bom lembrar que não temos somente problemas em nossas vidas. É importante ter em mente que não temos só pedidos a fazer. Temos também muitas coisas boas vindas de Deus que precisamos agradecer. A sequência, portanto, é: Perdão, agradecimentos e pedidos.
Acorde uns minutos mais cedo, e para isso deite também um pouco mais cedo. E deitado de barriga para cima, olhos fechados, preste atenção na respiração, respire profundamente, e sinta o seu corpo dos pés ao rosto. Com facilidade, nessa hora matinal, conseguimos um estado de profundo relaxamento físico e mental. Então, esse é o melhor momento. Peça a Deus em nome de Jesus, aquelas graças que mais precisa. Repita e insista, e finalize sempre em nome de Jesus.  
Exemplo: Meu Deus. Perdoa-me... Meu Senhor obrigado por... Meu Deus, em nome de Jesus eu vos suplico: Não me deixeis cair tentação. Livra-me daquele vício, daquele pecado... o qual sempre me faz cair. Livra-me hoje de todo o mal, principalmente do pecado. Pai poderoso e misericordioso: ajuda-me naquela dificuldade...  Ajuda minha filha... Meu filho... Meus irmãos... (faça seus pedidos).
Nesse momento você sentirá a força e a graça de Deus lhe transfigurando, curando, fortalecendo, seu corpo e sua alma. Porque você está rezando prá valer! Está rezando não apenas e tão somente com os lábios, mas em profundidade, em silêncio, com muita contrição e muita FÉ. E Jesus dizia sempre: “A tua fé te salvou!”.  
Faça isso e verá que seus principais problema vitais serão diluídos, resolvidos, ou no mínimo, contornados ou controlados por você, sem maiores dificuldades.  E assim, você definitivamente, experimentará a verdadeira PAZ INTERIOR, independente do mundo lá fora. Assim você viverá a verdadeira PAZ DE CRISTO! Experimente!
Faça isso sempre e você viverá TRANSFIGURADO NO AMOR DE DEUS, E NO AMOR AOS IRMÃOS.
Se o amor é a essência de Deus, só temos um caminho para chegar a Deus: amar.
Caríssimos, amemo-nos uns aos outros, porque o amor vem de Deus, e todo aquele que ama nasceu de Deus e chega ao conhecimento de Deus. Aquele que não ama não chegou a conhecer a Deus, pois Deus é amor. (1 João 4, 7-10).
Nisto reconhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros» (Jo 13, 35).

Durante o seu dia, essa experiência maravilhosa com Deus poderá ser repetida.  Só que para um relaxamento profundo nas demais horas do dia, você precisa de uma boa TÉCNICA DE RELAXAMENTO.
Jesus teve o seu rosto modificado e suas vestes embranquecidas, enquanto Ele rezava intensamente. A oração é capaz de mudar a nossa fisionomia par melhor. Porque a oração nos aproxima de Deus e por meio dela conseguimos força para vencer as tentações, e voltar para Deus por meio do sacramento da confissão. Não se admite um cristão que não reza ou que reza pouco. Isso não existe. Ou você é por mim ou contra mim!  Não existe um cristão mais ou menos, uma religiosidade suave, que no fundo não passa de UM CRISTÃO “MEIA BOCA”!
Minha irmã, meu irmão. Nos momentos de desespero onde parece que tudo está perdido, recorra a Deus Pai por meio da oração.  Esteja você onde estiver. Eleva o seu pensamento à Santíssima Trindade e peça socorro urgente, e o socorro virá. Mas não reze somente na hora do desespero! Reze nos momentos de alegria e de paz. Agradeça a todo instante, todas as graças que você recebe do Altíssimo!   
Tenha um bom domingo. José Salviano.
Clica aqui e veja...




Um comentário:

Anônimo disse...

Linda reflexão! Estou sempre acompanhando as postagens! Paz e bem!

Postar um comentário