.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

quarta-feira, 29 de março de 2017

-Queriam prendê-lo-José Salviano

31 de Março de 2017
Cor: Roxo
Evangelho - Jo 7,1-2.10.25-30
-Queriam prendê-lo-José Salviano.

Naquele tempo:
1Jesus andava percorrendo a Galiléia.
Evitava andar pela Judéia,
porque os judeus procuravam matá-lo.
2Entretanto, aproximava-se a festa judaica das Tendas.
10Quando seus irmãos já tinham subido,
então também ele subiu para a festa,
não publicamente mas sim, como que às escondidas.
25Alguns habitantes de Jerusalém disseram então:
'Não é este a quem procuram matar?
26Eis que fala em público e nada lhe dizem.
Será que, na verdade, as autoridades reconheceram
que ele é o Messias?
27Mas este, nós sabemos donde é.
O Cristo, quando vier, ninguém saberá donde ele é.'
28Em alta voz, Jesus ensinava no Templo, dizendo:
'Vós me conheceis e sabeis de onde sou;
eu não vim por mim mesmo,
mas o que me enviou é fidedigno.
A esse, não o conheceis,
29mas eu o conheço,
porque venho da parte dele,
e ele foi quem me enviou.'
30Então, queriam prendê-lo,
mas ninguém pôs a mão nele,
porque ainda não tinha chegado a sua hora.
Palavra da Salvação.(CNBB).
O poder infinito de Deus é inquestionável. Tudo o que aconteceu a Jesus foi permitido por Deus, por que tudo foi planejado em seu projeto de salvação da humanidade. Muito embora os judeus se apressassem, indignados com a presença poderosa de Jesus, eles não podiam fazer-lhe nenhum mal, pois não lhes era permitido, pois ainda não tinha chegado a sua hora.
Jesus tinha vontade de continuar vivo, mais também, queria fazer a vontade do Pai. E isso Ele demonstra claramente na oração que fez no Horto das Oliveiras. Ele pediu que o Pai o livraste daquele cálice amargo, porém, em seguida disse que fosse feita a vontade do Pai.
Por vezes Jesus se afastava às escondidas da multidão, ou procurava não se expor por causa dos judeus que queriam pegá-lo.
Por outro lado, Jesus em seus discursos no Templo falava abertamente e sem nenhum medo. Ele dizia, que foi enviado por Deus Pai, para aquela missão.  Também o fato de Jesus enfrentar os doutores da Lei e os fariseus, colocando a públicos os seus graves defeitos, chamando-os de hipócritas, foi uma grande demonstração de sua coragem.
Dessa forma, embora às vezes cauteloso, Jesus enfrentou o perigo, cutucou os leões com vara curta. Até o último instante, como foi naquele instante da sua condenação, em que lhe perguntaram se ele era Rei. Ele não o negou, e disse: “tu o dissestes”.
No mundo de hoje, vemos os juízes sendo ameaçados pelo crime, e alguns deles já foram mortos por causa da sua postura firme diante do mal, diante das injustiças.
No decorrer dos tempos da história da Igreja, muitos foram os padres e mesmo leigos dedicados, que foram perseguidos e até mortos por denunciar as injustiças.
Você é um catequista? Então não pense que está só, lutando contra o mal do mundo!  O Espírito do Senhor está com você, dando-lhe toda inspiração que precisa, e o poder do Pai não o abandona nem um instante.  Seja forte! Acredite! Jesus está contigo, em todos os momentos, assim como esteve com todos os mártires da Igreja!
Continue o seu trabalho, a sua missão. E cada vez mais faça por merecer a presença de Deus na sua caminhada, esforce-se para estar todo dia na presença de Deus.
Siga Jesus, e peça a sua proteção diariamente!  Rezemos por todos aqueles que se expõem, que denunciam: Juízes, e todos aqueles  aquelas que que se dedicaram a missão de combater o mal desse mundo.
Tenha um bom dia, José Salaviano.





Um comentário:

José Efigênio Pinto disse...

José Salviano; bela reflexão. que Deus continue iluminando.

Postar um comentário