.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

“ESTE É O MEU FILHO AMADO, NO QUAL EU PUS TODO MEU AGRADO.”- Olívia Coutinho...

 
DOMINGO: TRANSFIGURAÇÃO DO SENHOR.
 
Dia 06 de Agosto de 2017
 
Evangelho de Mt17,1-9
 
A Igreja, no mês de agosto, nos convida a refletir sobre a importância de descobrirmos e de vivermos a nossa vocação! Quem vive a sua vocação, encontrou sentido para sua a vida!
A vocação nos direciona ao serviço, a sermos construtores de um mundo melhor, dando testemunho de Jesus, na família, na comunidade, na sociedade...
Quando nos colocamos a serviço da vida, já estamos respondendo a nossa vocação primeira, nos posicionando contrários a qualquer sistema que gera morte!
Jesus nos chama a exercer um determinado serviço, a assumirmos livremente uma missão, quem diz “sim” ao seu chamado, tem o caminho aberto para desenvolver o dom que Deus lhe deu.
Somos peregrinos da fé, dispostos a percorrer o mesmo caminho que Jesus percorreu, atualizando esta caminhada, no contexto do mundo de hoje.
Enxertados em Jesus, não vamos ter dificuldades em viver de acordo com o  plano de Deus, no respeito e no cuidado com o que lhe é de mais precioso, que é a vida humana!
O Evangelho que a liturgia de hoje nos apresenta, narra a transfiguração de Jesus!
“Jesus tomou consigo Pedro, Tiago e João, seu irmão, e os levou a um lugar à parte, sobre uma alta montanha. E foi transfigurado diante deles; o seu rosto brilhou como o sol e as suas roupas ficaram brancas como a luz.”
A transfiguração de Jesus foi um prenuncio do seu retorno glorioso para o Pai, momento, em que Ele revela aos discípulos, de forma visível, a sua intimidade com o Pai, assegurando-os da sua ressurreição!
Na transfiguração, os discípulos Pedro, Tiago e João, puderam visualizar o encontro de Jesus com o Pai. A partir de então, eles, que andavam tristes, com as últimas revelações de Jesus, sobre o desfecho dolorido, de sua trajetória terrena, se encheram de alegria, com a certeza, de que a vida e ação de Jesus, não terminariam com a sua morte! 
Jesus não transfigurou diante de todos os discípulos, Ele escolheu apenas três, provavelmente, por serem os mais fortes, os que aguentariam tamanha emoção!
 Pedro Tiago e João, tiveram a alegria de  testemunhar a gloria de Jesus junto ao Pai! Um testemunho, que eles deveriam guardar, e  que a pedido de Jesus, só deveria ser revelado aos outros, após a sua ressurreição.
Assim como Pedro desejou construir três tendas para que eles pudessem ficar no alto da montanha com Jesus, longe dos perigos e sem precisar batalhar a vida, nós também, certamente, desejaríamos o mesmo!   Essa pode ser a nossa grande tentação dos dias de hoje: buscar a nossa comodidade, o nosso bem estar, sem pensar na necessidade do outro. 
Rezar, ouvir e meditar a palavra agrada a Deus, mas Ele quer que façamos muito mais! Deus quer, que  desçamos do alto da “montanha”, que voltemos à planície, pois é aqui, neste chão duro, que Ele quer contar conosco, na construção do seu Reino, no amparo de tantos irmãos, que dependem da graça de Deus agindo em nós, para se transfigurarem. 
Precisamos sair de nossas tendas, abrir mão da nossa zona de conforto, descruzar os nossos braços, desvendar os nossos olhos e nos por a caminho, afinal, há muito que fazer neste mundo, que a cada dia vai perdendo de vista, o  horizonte da paz!
A transfiguração de Jesus nos trouxe a certeza, de que há uma vida melhor por vir! Este episódio deve nos animar, afinal, foi transfigurado, que Jesus nos mostrou o lado positivo da cruz! Estejamos certos: A cruz não é sinal de morte, e sim, sinal de vitória, de vitória da vida sobre a morte!
Não deixemos que os ventos contrários, apaguem o brilho do rosto transfigurado de Jesus, um  brilho, que ficou impregnado em todos os que creem  Nele! Cultivemos este brilho, na certeza, de que ele nos servirá de farol, nas nossas passagens, pelos os túneis escuros de nossa vida.

NESTE DOMINGO, REZEMOS PELA A VOCAÇÃO À VIDA SACERDOTAL.

FIQUE NA PAZ DE JESUS! – Olívia Coutinho

Venha fazer parte do meu grupo de reflexão no Facebook:

2 comentários:

Wilson Luiz Stivanelli disse...

Rico comentário, abre caminhos para fazer a liturgia mais ampla e direcionadas a vários pontos fundamentais da vida.Deus a abençoe os seus passos e dos colaboradores. Que todos sejam revestidos do Espírito Santo.

Maria de Fatima de Castro disse...

Que a cada dia, Senhor, eu possa transbordar amor por onde eu passe! Só assim serei uma criatura feliz!

Postar um comentário